Cotidiano

Defensores elegem lista tríplice para o cargo de defensor público-geral de MS

206 defensores e defensoras votaram

Diego Alves Publicado em 30/04/2021, às 22h51

Esquerda à direita: Patrícia Elias Cozzolino de Oliveira, Ângela Rosseti Chamorro Belli e Fábio Rogério Rombi da Silva (divulgação)
Esquerda à direita: Patrícia Elias Cozzolino de Oliveira, Ângela Rosseti Chamorro Belli e Fábio Rogério Rombi da Silva (divulgação)

A Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso do Sul realizou eleição do cargo de defensora ou defensor-geral para o biênio 2021/2023, nesta sexta-feira (30)

De acordo com a junta receptora e apuradora do processo eleitoral, formada pelos defensores públicos Renata Bernardes Leal, Guilherme Cambraia e Ester Quintanilha Nogueira, a eleição registrou a formação da seguinte lista tríplice:

1. Fábio Rogério Rombi da Silva - 119 votos

2. Patrícia Elias Cozzolino de Oliveira - 106 votos

3. Ângela Rosseti Chamorro Belli – 99 votos

O resultado da apuração é de que os 206 defensores e defensoras votaram, sendo 2 votos nulos, 1 voto em branco e nenhuma abstenção. A relação da lista tríplice com as candidatas e o candidato será publicada na próxima semana no Diário Oficial do Estado e, em seguida, encaminhada ao governador de MS, Reinaldo Azambuja, que deverá nomear o novo defensor ou defensora-geral, conforme dispõe o art. 13 da Lei Complementar Estadual nº 111/2005.


Confira abaixo o registro de votos de todos os candidatos e candidatas:

1. Fábio Rogério Rombi da Silva - 119 votos
2. Patrícia Elias Cozzolino de Oliveira - 106 votos
3. Ângela Rosseti Chamorro Belli - 99 votos
4. Marcelo Marinho da Silva - 92 votos
5. Renato Rodrigues dos Santos - 75 votos
6. Cristiano Ronchi Lobo – 71 votos
7. Carlos Alberto de Souza Gomes – 22 votos

Jornal Midiamax