Cotidiano

Mesmo com crescimento de 413% de UTIs bancadas pela União, MS não tem vagas

Número é referente aos últimos 12 meses; Estado vive pior momento da pandemia em 2021

Gabriel Maymone Publicado em 07/06/2021, às 07h21

UTIs para covid financiadas pela União chegaram a 308 no mês de abril
UTIs para covid financiadas pela União chegaram a 308 no mês de abril - Agência Brasil

Desde o início da pandemia, em abril de 2020, cresceu 413% o número de leitos UTI/SRAG (Unidade de Terapia Intensiva) exclusivos para casos de SRAG/Covid (Síndrome Respiratória Aguda Grave) financiados pela União em Mato Grosso do Sul. No primeiro mês da pandemia, o Estado recebeu repasses para a manutenção de 60 unidades de internação. O número passou para 308 em abril de 2021.

Conforme dados do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde), em 2020, o mês que obteve mais leitos financiados pela União foi maio, com 107 unidades de internação. Apesar de registrar número maior de casos e internações, em dezembro de 2020 , o governo federal autorizou repasse para custear apenas 76 leitos.

Em 2021

Mato Grosso do Sul viveu uma 'explosão' da covid em 2021, o que gerou crescimento exponencial do número de pessoas infectadas pela doença que precisaram de internação, principalmente em UTIs. Dessa forma, de janeiro a abril deste ano, a União ampliou em 503% o número de leitos financiados no Estado.

 Segundo os dados, em janeiro deste ano, havia 51 leitos UTI/SRAG financiados pelo governo federal. O númerou subiu nos meses seguintes, conforme o aumento no número de internações, passando para 117 em fevereiro, 295 em março e, finalmente, 308 em abril, que foi o mês mais letal da pandemia até agora em MS.

O relatório do Conass aponta também o valor repassado ao Estado. No 1º mês deste ano, os recursos transferidos para financiamento dos 51 leitos UTI no Estado foram na ordem de R$ 12,2 milhões. Conforme o número de leitos foi aumentando, os repasses também cresceram, passando para R$ 25,6 milhões am março. Como os valores são pagos no mês subsequente, ainda não há dados atualizados dos repasses referentes aos leitos financaidos em abril.

Apesar de haver financiamento maior no número de leitos UTI/SRAG por parte da União, Mato Grosso do Sul registrou aumento de apenas 42,5% no período, passando de 385 no início de janeiro para 549 no fim de abril.

Cenário

Atualmente, MS tem 593 leitos UTI exclusivos para covid habilitados, sendo que mais de 50% representam unidades abertas com recursos da União. Referência no tratamento da covid pelo SUS em MS, o Hospital Regional detém o maior número de leitos no Estado, com 125 unidades de internação, apesar de nesta quarta-feira o hospital informar estar com 134 pacientes em estado grave.

Jornal Midiamax