Cotidiano

Contrato de Reinaldo no Vale Renda deu prejuízo de R$ 192 mi, diz denúncia ao MP. Leia no Midiamax Diário

Denúncia ao MP aponta que seriam cobradas tarifas sobre o Vale Renda; notícia de fato já foi aberta

Humberto Marques Publicado em 27/07/2021, às 07h00

Edição impressa é distribuída gratuitamente em terminais de ônibus e em mais de 40 pontos da cidade
Edição impressa é distribuída gratuitamente em terminais de ônibus e em mais de 40 pontos da cidade - Reprodução
A edição desta terça-feira (27) do Midiamax Diário destaca em sua manchete a denúncia, já sob investigação do Ministério Público de Mato Grosso do Sul, de que o contrato firmado entre o Governo Reinaldo Azambuja (PSDB) e o Banco do Brasil, visando à administração do programa Vale Renda, rendeu um prejuízo de R$ 192 milhões ao Estado.
Conforme denunciado, as tratativas incluiriam a cobrança de tarifas pela administração dos cartões do Vale Renda, algo que vai contra a lógica do mercado e que já teria sido contestado pelo Tribunal de Contas da União.
A versão impressa do Jornal Midiamax também traz cobertura sobre o primeiro dia de aulas presenciais na Rede Municipal de Ensino, um ano e seis meses depois de a pandemia de coronavírus forçar mudanças na fórmula educacional. Alunos e professores falaram sobre o retorno, que ocorreu obedecendo regras de biossegurança e recebendo até 50% dos alunos nas unidades de ensino.
Outros destaques da edição são o assassinato de um homem no Loteamento Cristo Redentor, decorrente da briga de duas crianças por conta de um brinquedo; e da cobrança de lideranças indígenas de Coronel Sapucaia para que sejam esclarecidos três assassinatos – dois deles envolvendo mãe e filha.
Distribuído gratuitamente nos terminais de ônibus e em mais de 40 pontos da periferia, o Midiamax Diário também pode ser acessado na internet. A versão online do jornal impresso pode ser conferida logo abaixo ou na banca virtual Issuu.
Jornal Midiamax