Cotidiano

Começam obras na ponte do Rio Nabileque e ponte é interditada por 40 dias

Começa nesta terça-feira (5) as obras de reparo na rio Nabileque, em Corumbá, a 417 quilômetros de Campo Grande, sobre a Vazante do Jatobá. O local deve ficar interditada por cerca de 40 dias para reforma. De acordo com a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), por conta do intenso movimento de caminhões e […]

Karina Campos Publicado em 04/01/2021, às 14h13 - Atualizado às 14h44

Ponte de 228 metros interliga a BR-262 ao centro de produção pecuária do Nabileque. (Foto: Divulgação / Saul Schramm, Agesul)
Ponte de 228 metros interliga a BR-262 ao centro de produção pecuária do Nabileque. (Foto: Divulgação / Saul Schramm, Agesul) - Ponte de 228 metros interliga a BR-262 ao centro de produção pecuária do Nabileque. (Foto: Divulgação / Saul Schramm, Agesul)

Começa nesta terça-feira (5) as obras de reparo na rio Nabileque, em Corumbá, a 417 quilômetros de Campo Grande, sobre a Vazante do Jatobá. O local deve ficar interditada por cerca de 40 dias para reforma.

De acordo com a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), por conta do intenso movimento de caminhões e máquinas de obras, a ponte apresentou fragilidades na estrutura da madeira, que tem extensão de 228 metros.

Com rachaduras, a reforma na estrutura irá substituir os esteiros de sustentação e alinhamento dos eixos, assoalho, pintura e sinalização. “Os proprietários rurais devem se organizar, o quanto antes, para suprir suas propriedades com insumos. Após a interdição, o acesso será feito apenas por lanchas”, alerta a agência.

A Jatobá é uma das principais passagens da MS-243, distante 100 km do trevo da rodovia com a BR-262, já no município de Miranda. Novas obras devem acontecer nos trechos da MS-243 para interligar a BR-262, entre centro do Pantanal do Nabileque a o Forte Coimbra.

Jornal Midiamax