Cotidiano

Após vacinação de prioritários, duas cidades de MS começarão a imunizar público geral

Com toda população adulta vacinada, município já estuda retorno das aulas

Gabriel Maymone Publicado em 10/05/2021, às 11h07

Dois municípios de MS devem iniciar imunização no público em geral
Dois municípios de MS devem iniciar imunização no público em geral - Arquivo / Agência Brasil

Duas cidades de Mato Grosso do Sul já concluíram a vacinação contra covid de pessoas dos grupos prioritários e poderão iniciar a imunização do público em geral. Tudo depende de autorização do Ministério da Saúde.

O titular da SES (Secretaria Estadual de Saúde), Geraldo Resende, disse ao Jornal Midiamax que Japorã e Rio Verde de Mato Grosso estão aguardando posicionamento para definir os próximos passos. "Já acabaram [a vacinação] do público com comorbidades e precisa avançar para a população de modo geral".

Assim, cada município passou por uma situação especial. Japorã, por exemplo, possui grande parte da população indígena. "O município tem população branca menor que a indígena", disse Geraldo. Então, acabou recebendo mais doses para poder avançar na imunização.

De acordo com o prefeito de Japorã, Paulo Cesar Franjotti (PSDB), restam cerca de 2,7 mil doses para concluir a imunização da população acima de 18 anos. "Solicitamos ao Estado que busque alternativaspara vacinarmos o público restante. Dependemos da liberação de doses", disse o prefeito, com expectativa de iniciar o mais breve possível a aplicação de doses no público em geral acima de 18 anos.

Dessa forma, há expectativa de iniciar as aulas assim que houver a conclusão da imuniuzação do público acima de 18 anos. "É grande a expectativa para o retorno das aulas, será um passo importantíssimo. Estamos estudando o retorno, nem que seja setorizado por grupos de alunos, estamos fazendo estudo, junto à SED (Secretaria Estadual de Educação) para encontrar uma solução para o recomeço das aulas", pontuou.

Já em Rio Verde de Mato Grosso, a situação é similar. Segundo a coordenadora de imunização municipal, Simone Silveira, o município concluiu os grupos prioritários. "Estamos aguardando uma resposta do Estado para saber como vamos proceder, mas todos os grupos prioritários foram vacinados: profissionais de saúde, educação, transporte e todos os elencados pelo PNI", informou.

Assim, o município também aguarda posicionamento do Ministério da Saúde para poder liberar doses para o público em geral.

Jornal Midiamax