Cotidiano

Com servidores municipais afastados por Covid-19, prefeitura de Três Lagoas suspende aulas por 15 dias

A Prefeitura de Três Lagoas, a 326 quilômetros de Campo Grande, confirmou, nesta segunda-feira (15), a suspensão de aulas presenciais da rede municipal por conta de um possível surto de Covid-19, entre servidores da educação e familiares. O decreto 149/2021 foi publicado no Diário oficial. Cerca de 104 servidores estão afastados aguardando resultado de exames. […]

Karina Campos Publicado em 16/03/2021, às 07h53

. (Foto: Divulgação, PMTL)
. (Foto: Divulgação, PMTL) - . (Foto: Divulgação, PMTL)

A Prefeitura de Três Lagoas, a 326 quilômetros de Campo Grande, confirmou, nesta segunda-feira (15), a suspensão de aulas presenciais da rede municipal por conta de um possível surto de Covid-19, entre servidores da educação e familiares.

O decreto 149/2021 foi publicado no Diário oficial. Cerca de 104 servidores estão afastados aguardando resultado de exames. O município ressaltou que além da segurança, a quantidade do efetivo pode comprometer a continuidade das atividades presenciais em escolas municipais. As aulas foram suspensas por 15 dias, enquanto isso, as secretarias vão debater a possibilidade de retorno em abril.

O prefeito Angelo Guerreiro (PSDB) participou de uma reunião com as secretarias de Educação e Cultura, Saúde e Administração. “Entendemos que nossas escolas e CEIs estão com dificuldade para manter os protocolos de segurança. Da mesma forma que nós decidimos o início das aulas presenciais, estamos decidindo que a partir do dia 18 estarão suspensas as aulas presenciais até o dia 31 para nos planejarmos para o mês de abril”, disse o prefeito.

As Unidades de Ensino da REME (Rede Municipal de Educação), permanecem abertas para atendimento aos familiares e estudantes que necessitem de orientações administrativas e pedagógicas. De acordo com o decreto, o mesmo não se aplicará a Escola Municipal de Educação no Campo “Antônio Camargo Garcia”.

A secretária de Educação e Cultura, Angela Brito, informou que nos próximos dias pais e profissionais serão avisados da decisão. A entrega dos kits de alimentação também está prevista ainda neste mês.

Atividades suspensas

A Casa do Trabalhador da cidade suspendeu, nesta terça-feira (16), pelos próximos dias, os atendimentos após um caso positivo e outros suspeitos entre funcionários públicos. Conforme o diretor da unidade, Nuna Viana, um servidor contraiu a doença e, apesar de ter sido afastado no início da suspeita, outros funcionários apresentaram os sintomas posteriormente, entre eles, o próprio diretor.

A unidade presta serviços de orientação ao mercado de trabalho, seguro-desemprego e emissão de carteira de trabalho. Durantes a suspensão, as vagas disponíveis apresentadas por empresas da região ficarão suspensas. A reabertura do local depende do resultado dos testes em todos os servidores da instituição.

Jornal Midiamax