Cotidiano

Com mais de R$ 2,2 milhões em investimento, cidade do MS receberá 10 novos leitos de UTI para Covid-19

Estado irá arcar com 50% do custo e o município com a outra metade

Ranziel Oliveira Publicado em 28/05/2021, às 13h03

Leito de hospital, ilustrativa
Leito de hospital, ilustrativa - (Foto: Akiromaru / Getty Images)

O município de Três Lagoas receberá mais 10 leitos de UTI (Unidade de terapia intensiva) exclusivos para atender pacientes com Coronavírus. Com investimento total de R$ 2.277.020,50, o custeio desses novos leitos será feito pela Prefeitura da cidade e pelo Governo do Estado, onde cada parte fica responsável por 50% do investimento.

Em ofício enviado pela Prefeitura de Três Lagoas ao secretário de Saúde do Estado de MS, Geraldo Resende, a secretária municipal Elaine Fúrio e o prefeito Angelo Guerreiro ressaltaram que os 10 leitos se fazem necessários pela atual ocupação da UTI do Hospital Auxiliadora que, nesta quinta-feira (27), estava em quase 100%.

Parte do recurso é no valor de R$ 837.020,50 que será pago em parcela única, para adequação de ambiência e equipamento, na qual o Estado irá desembolsar R$ 418.510,25 e o Município a outra metade de mesmo valor repassados na assinatura do termo aditivo que será instituído.

Já o recurso referente à diária de cada leito aberto será de R$ 1.600,00 até a habilitação pelo Ministério da Saúde. Esse, também será pago com divisão de 50% para o Estado de MS e 50% para a Prefeitura de TL, totalizando, assim, por 90 dias, R$ 1.440 milhão.

No mesmo ofício, a Administração Municipal informa que a operacionalização destes leitos será por um período de 90 dias, com início de funcionamento previsto para 20 dias após o pagamento da primeira parcela.

Vale destacar que esses leitos serão exclusivos para pacientes que necessitarem de leitos de UTI Covid-19 e que serão ofertados para a região de saúde na qual o Município de Três Lagoas é referência.

Jornal Midiamax