Cotidiano

Com escolta fúnebre, PM de Dourados se despede do subtenente morto por coronavírus

Sepultamento acontece em Aquidauana, cidade o policial militar nasceu

Marcos Morandi Publicado em 20/04/2021, às 10h35

Subtenente ingressou em 1993 na Polícia Militar de Mato Grosso do Sul e atuou mais tempo na PMA
Subtenente ingressou em 1993 na Polícia Militar de Mato Grosso do Sul e atuou mais tempo na PMA - PMA/Divulgação

A Polícia Militar de Dourados, por decisão do Tenente Coronel PM, Helbert Davyson Romeiro de Souza, comandante do 3º Batalhão e também oficiais e praças da unidade 3º Batalhão providenciou uma escolta fúnebre para acompanhar o corpo do subtenente Clodoaldo Melquíades Ferreira Lobo.

O sepultamento do subtenente morto em decorrência de complicações da Covid-19, em Dourados nesta segunda-feira (19), será acompanhado pelo subcomandante da Unidade, Capitão PM Matheus Taniguchi, que irá se deslocar até o cemitério da cidade Anastácio.

O Subtenente Lobo, nascido em Aquidauana, foi incluso nas fileiras da Policia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul em novembro de 1993 como soldado e escalou graduações dentro da corporação até o atual o posto de subtenente.

O Policial Militar passou grande parte de sua carreira prestando serviços à comunidade sul-mato-grossense em unidades da Policia Militar Ambiental em todo o estado do MS e, atualmente, prestava serviços junto ao CIOPS de Dourados com sede no 3º BPM.

Lobo se destacava por ser um dos pilotos de barco mais experientes de todo o estado, pelo sorriso fácil e pelo alto astral que emanava quando junto aos companheiros de farda, tanto em suas pescarias quanto no futebol semanal.

O Subtenente PM Lobo deixa esposa (noiva), três filhos e seu primeiro neto recém-nascido como legado construído ao longo dos 28 anos de serviços prestados a Policial Militar de Mato Grosso do Sul.

Jornal Midiamax