Cotidiano

Com centro cirúrgico móvel, CCZ irá castrar cães que foram vítima de maus-tratos

Animais foram apreendidos pela Decat após sofrerem nas mãos dos antigos tutores

Fábio Oruê Publicado em 19/07/2021, às 20h31

Serão atendidos entre dez e doze animais
Serão atendidos entre dez e doze animais - Foto: Divulgação/ CCZ

Em uma ação na próxima quarta-feira (21), o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) levará até a Decat (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista) o castramóvel para esterilizar animais que foram resgatados após sofrerem maus-tratos e negligência.

A ação acontecerá no período da manhã, e serão castrados entre dez e doze animais que foram apreendidos pela delegacia neste ano e estavam em posse de uma ONG aguardando a liberação para serem adotados.

“Essa é mais uma ação do nosso programa de manejo populacional de cães e gatos. Desta forma iremos facilitar que estes animais, que já sofreram tanto nas mãos de outras pessoas, sejam adotados por pessoas que realmente queiram o bem deles”, explica a coordenadora do CCZ, Juliana Rezende.

Ainda de acordo com a veterinária, a castração acarretaria em uma facilidade maior para que novos tutores se interessem pelos animais. “São animais que já estão bastante sociáveis, por estarem nesta ONG, e a esterilização também irá aumentar a busca por esses animais, que são todos adultos já” conclui.

Jornal Midiamax