Cotidiano

Com ampliação de público, filas voltam em pontos de vacinação em Campo Grande

Público com 35 anos ou mais já pode garantir a dose reforço nos pontos de vacinação

Fábio Oruê Publicado em 22/11/2021, às 15h46

Carros formaram fila gigante no Drive do Albano Franco
Carros formaram fila gigante no Drive do Albano Franco - Foto: Leonardo de França/ Jornal Midiamax

Campo Grande abriu nesta segunda-feira (22) a vacinação da 3ª dose contra a Covid-19 para as pessoas com 35 anos ou mais — que tomaram a 2ª dose até o dia 22 de julho — e a procura pela imunização aumentou o movimento das filas dos polos da Capital, nesta tarde. 

No Drive-Thru do Albano Franco, um dos mais procurados pela população, a fila de carros chegava até a área do Hospital da Cassems, na Avenida Mato Grosso. Segundo a coordenação do polo, no intervalo de 1h30 foram aplicadas 300 doses. A expectativa é que até as 22h — horário de fechamento — sejam aplicadas mais de 1,8 mil doses, entre 1ª, 2ª e 3ª. 

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) tem ampliado constantemente o calendário e abrindo para novos grupos. "Eu achei que ia demorar mais. Ficou um 'tempão' parado nos 60 anos. Nem estava com tanta expectativa para tomar [a 3ª dose]", comentou o vendedor Volnei Marcom, de 42 anos. Para ele, apesar da fila grande, o atendimento está ágil e não deve tomar muito tempo de quem procurar pela imunização. 

Na primeira oportunidade, Volnei foi garantir a 3ª dose. (Foto: Leonardo de França/ Jornal Midiamax)

Apesar de ampliação do calendário, a população deve ficar atenta à data da aplicação da 2ª dose e deve respeitar os quatro meses entre uma dose e outra. Nesta segunda, podem tomar a dose de reforço, as pessoas com 35 anos ou mais e profissionais de saúde que se vacinaram até o dia 22 de julho.

Para aqueles que precisam ir a pé, a Seleta também está aplicando a vacina. O movimento no local é ameno e sem tanta lotação (sem filas quilométricas). A empresária Bárbara Andrada, de 38 anos, não perdeu tempo para se vacinar. "Já estava na expectativa. Quando abriu [para minha faixa] eu já vim", disse ela ao Jornal Midiamax.

Quem também esperava para tomar a dose reforço na Seleta, era o contador Frederico Matheus, de 42 anos. "Eu tava esperando abrir e agora que tive um tempo e vim. O importante é vacinar", contou. 

Também podem se vacinar pessoas com alto grau de imunossupressão, mas o intervalo para o reforço deverá ser de 28 dias após a última dose. Conforme o calendário, podem completar o ciclo vacinal aqueles que receberam a primeira dose da Astrazeneca até o dia 22 de setembro.

Devem comparecer aos postos quem recebeu a Coronavac até o dia 1º de novembro ou a Pfizer até o dia 2 de novembro. A primeira dose continua disponível para todos com 12 anos ou mais. Drive da UCDB e postos de saúde também estão aplicando a vacina.

Apesar de não ter fila, movimento na Seleta era grande. (Foto: Leonardo de França/ Jornal Midiamax)

Jornal Midiamax