Cotidiano

Com 663 casos em uma semana, MS confirma mais uma morte causada por dengue

Estado é o segundo do Brasil com maior incidência de dengue

Dândara Genelhú Publicado em 05/05/2021, às 16h31

São mais de 4,2 mil casos confirmados em todo o Estado.
São mais de 4,2 mil casos confirmados em todo o Estado. - Foto: Arquivo | Midiamax

Em sete dias, Mato Grosso do Sul confirmou mais 663 casos de dengue. No Estado, mais uma morte causada pela doença foi confirmada. Uma mulher de 33 anos é a 8ª vítima fatal.

Ela era de Ivinhema e não tinha comorbidades relatadas, começou a sentir os sintomas da dengue em 10 de abril. No dia 13 de abril a mulher faleceu por não resistir à doença.

De acordo com boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde), até esta quarta-feira (5), 4.216 casos de dengue foram confirmados no Estado. Em MS, Três Lagoas é o município que mais concentra a doença, são 1.190 confirmações no município.

Em Corumbá são 612 e em terceiro lugar no ranking, Campo Grande possui 316 casos de dengue. Assim, MS é o segundo estado com maior incidência da doença, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

São 355,5 casos prováveis para cada 100 mil habitantes sul-mato-grossenses. No total, são 9.983 casos notificados em MS, até esta quarta-feira (5). Bataguassu é a cidade com maior incidência de dengue do Estado, são 2,9 mil casos para cada 100 mil habitantes do município.

Então, outros 22 municípios também estão com alta incidência de dengue em MS. No Estado, 20 cidades estão com média incidência e 33 estão com baixo índice da doença. Apenas três municípios ainda não notificaram casos.

Jornal Midiamax