Cotidiano

Com 30 novos leitos de UTI, MS vai a 615 e chega a limite máximo de ampliação

“Não há como ampliar mais nenhum leito de UTI”, disse secretário

Mylena Rocha Publicado em 19/04/2021, às 11h37

None
Henrique Arakaki/Midiamax

Mato Grosso do Sul deve abrir nos próximos dias mais 30 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes com coronavírus. Com isso, o Estado terá o total de 615 leitos e chega ao limite máximo da capacidade para atendimento. O titular da SES (Secretaria de Estado de Saúde), Geraldo Resende, disse que não há possibilidade de abertura de novos leitos. 

Resende comentou durante live da SES nesta segunda-feira (19) que foram abertos 10 leitos de UTI no Hospital da Vida, em Dourados, na última semana. Agora, a SES anunciou a possibilidade de abertura de mais 30 leitos de UTI Covid. 

“Vamos endereçar, se tudo correr bem, mais 10 leitos para o Hospital Universitário da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), no Hospital da Mulher e da Criança”, disse. 

Além disso, o secretário também comentou sobre a abertura de mais 10 leitos em Três Lagoas e 10 leitos em Campo Grande, ainda sem hospital definido. Com os 30 novos leitos, Geraldo Resende comentou que Mato Grosso do Sul chegou ao limite. 

“Com isso, a gente chega no limite máximo, não há como ampliar nenhum leito de UTI no Estado a partir desta intervenção derradeira que fizemos nesta semana”, ressaltou. 

Dados do portal Mais Saúde apontam que Mato Grosso do Sul tem o total de 585 leitos de UTI para pacientes SRAG (Síndrome respiratória aguda grave) e Covid. Com 30 novos leitos, o Estado deve contabilizar o total de 615 leitos. Com relação aos leitos de UTI gerais, para pacientes Covid e não-Covid, serão 979 leitos em todo o Estado.

Mato Grosso do Sul registra nesta segunda (19) a taxa de ocupação de leitos UTI exclusivos para pacientes graves de covid de 104%. Conforme os dados repassados pelos hospitais, o sistema de saúde de MS está com 24 pacientes além da capacidade.

Jornal Midiamax