Cotidiano

Choveu mais de 100 milímetros durante temporal das últimas horas em Campo Grande

Média na Capital foi de 101,5 milímetros e no estado foi de 67,5 milímetros

Renan Nucci Publicado em 24/10/2021, às 10h42

Tempo amanhã chuvoso em Campo Grande
Tempo amanhã chuvoso em Campo Grande - Marcos Ermínio/Midiamax

Campo Grande foi a cidade mais atingida pelo temporal das últimas horas em Mato Grosso do Sul. De acordo com dados divulgados pelo meteorologista Natálio Abrão, das 22h30 de sábado às 07h10 da manhã deste domingo (24), choveu em média 101,5 milímetros na Capital. Há registro de alagamentos, queda de árvores e falta de energia pela cidade.

Os bairros mais afetados foram o Jardim Panamá, onde choveu 103,2 milímetros e o Universitário, onde choveu 106,1 milímetros. Choveu 68,4 milímetros na região da Vila Popular e Aeroporto, 84,4 milímetros na região do Santa Luzia e 96,3 milímetros nas imediações do Carandá Bosque e Shopping Campo Grande. Deve chover ainda mais ao longo do dia.

Em Água Clara foram 46,2 milímetros, 49,4 milímetros em Ribas do Rio Pardo,57,3 milímetros em Coxim, 81,4 milímetros em Rochedo, 63 milímetros em São Gabriel do Oeste, 81,3 milímetros em Corguinho, 55 milímetros em Aquidauana, 45 milímetros em Corumbá, 60,1 milímetros em Dois Irmãos do Buriti, 50,3 milímetros em Maracaju, 38,4 milímetros em Dourados, 36,4 milímetros em Bela Vista, 43,1 milímetros em Ponta Porã, 64 milímetros em Iguatemi, 72 milímetros em Ivinhema, 63 milímetros em Três Lagoas e 43,2 milímetros em Itaquiraí, perfazendo uma média de 67,5 milímetros neste período em todo o estado.

Mais chuva

O tempo deve continuar chuvoso neste domingo. O alerta vermelho de grande perigo de tempestades, feito pelo Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), foi reclassificado para laranja, mas segue contemplando, ainda, praticamente todo o território de Mato Grosso do Sul. De acordo com o  instituto, a previsão para hoje é de muitas nuvens com pancadas de chuva por vezes fortes e trovoadas.

Neste sentido, a expectativa é de chuva entre 30 e 60 milímetros por hora ou 50 e 100 milímetros ao dia em todo o estado, com ventos de 60 a 100 quilômetros por hora e queda de granizo. Há risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos.

Em caso de rajadas de vento, não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Se possível, desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia.

Jornal Midiamax