Cotidiano

Campo Grande deve receber doses contra Covid-19 da Pfizer na próxima sexta-feira

Serão 500 mil doses divididas entre as Capitais brasileiras

Dândara Genelhú Publicado em 23/04/2021, às 17h46

Primeiro lote é de doses para primeira aplicação da vacina.
Primeiro lote é de doses para primeira aplicação da vacina. - Foto: Reprodução.

Campo Grande está próxima de avançar na campanha de vacinação contra a Covid-19. Na próxima sexta-feira (30), a Capital de Mato Grosso do Sul recebe doses da Pfizer, enviadas pelo Ministério da Saúde. 

A chegada de 1 milhão de doses do imunizante foi confirmada por meio de nota da Pasta. Assim, o Ministério esclareceu que as primeiras doses em solo brasileiro vão ser distribuídas apenas entre as capitais e o Distrito Federal.

O lote deve chegar na próxima quinta-feira (29). Ao Metrópoles, o secretário Executivo da Pasta disse que as unidades da Pfizer começam a ser entregues para as capitais um dia após o recebimento, ou seja, na sexta-feira (30).

Ainda não foram confirmadas quantas doses serão enviadas para Campo Grande e outras capitais. No entanto, o Ministério já garantiu que serão distribuídas 500 mil unidades para primeira dose e uma semana depois, outras 500 mil doses serão entregues para as capitais aplicarem como segunda dose. 

Para os vacinados com a Pfizer, o tempo de janela entre as doses é de 21 dias. Os estados devem receber os imunizantes refrigerados entre -25°C e -15°C –. As vacinas podem ficar nessa faixa de temperatura por até 14 dias. 

Quando são armazenadas em temperaturas maiores, de +2ºC a +8ºC, o tempo de armazenamento cai. Assim, as vacinas devem ser aplicadas na população em até cinco dias.

Jornal Midiamax