Cotidiano

Avaliação sistêmica integrada da Covid-19 em MS tem bolsas para estudantes

Estudantes dos cursos de Ciências Biológicas, Enfermagem, Farmácia, Medicina e Administração da Cidade Universitária podem participar da seleção de bolsistas para o projeto “Avaliação sistêmica integrada da Covid-19 em Mato Grosso do Sul: aspectos moleculares, epidemiológicos, clínicos, imunológicos e de vigilância”. Ao todo são 15 bolsas para atuação no apoio técnico ao projeto...

Agência Estado Publicado em 28/01/2021, às 00h51

Universidade Federal de MS. (Foto ilustrativa | Divulgação)
Universidade Federal de MS. (Foto ilustrativa | Divulgação) - Universidade Federal de MS. (Foto ilustrativa | Divulgação)

Estudantes dos cursos de Ciências Biológicas, Enfermagem, Farmácia, Medicina e Administração da Cidade Universitária podem participar da seleção de bolsistas para o projeto “Avaliação sistêmica integrada da Covid-19 em Mato Grosso do Sul: aspectos moleculares, epidemiológicos, clínicos, imunológicos e de vigilância”. Ao todo são 15 bolsas para atuação no apoio técnico ao projeto.

As inscrições podem ser feitas até 31 de janeiro no Sigproj. A bolsa será de R$400,00 mensais com vigência por quatro meses.

“Os bolsistas irão atuar em diferentes frentes de trabalho, desde a coleta de material biológico, no laboratório e apoio administrativo. Será uma oportunidade de integrar diferentes áreas de cursos que a UFMS oferece”, explicou um dos coordenadores do projeto, James Venturini. Ainda de acordo com o professor, a experiência em 2020 revelou a importância do projeto para os alunos. “Os depoimentos dos mesmos apresentados nos relatórios emocionaram a equipe”, disse.

Pesquisa

O objetivo do projeto é a promoção de ações integradas de pesquisa, vigilância e suporte técnico-científico a gestores e profissionais da saúde, para o fortalecimento e regionalização do enfrentamento à Covid-19 no estado. Participam pesquisadores e profissionais de diversas áreas e instituições como a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), os hospitais Universitário Maria Aparecida Pedrossian (Humap) e Regional Rosa Pedrossian (HRMS), o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), a Secretaria de Estado de Saúde (SES) e a Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD).

A pesquisa foi aprovada no edital lançado pela UFMS no ano passado para apoiar ideias e estudos relacionados ao coronavírus e à doença por ele provocada. O projeto foi noticiado no portal da Universidade no início das atividades e também quando foram apresentados avanços no desenvolvimento do trabalho.

Candidatura

Entre os requisitos necessários aos estudantes interessados na seleção de bolsistas estão: ter disponibilidade de 20 horas semanais para as atividades do projeto, não estar cumprindo sanção disciplinar; não ser beneficiário de bolsa concedida pela UFMS ou por qualquer outro órgão de fomento, concomitantemente à bolsa do projeto; não possuir qualquer pendência com a Universidade e cumprir, no prazo previsto, com a apresentação de documentos, formulários e demais procedimentos do processo seletivo.

Entre os documentos para inscrição estão a apresentação do currículo lattes; do histórico escolar, emitido no Siscad; e de uma carta de intenções, todos no formato pdf. (Informações da assessoria)

Jornal Midiamax