Cotidiano

Aumento de casos faz Campo Grande ter toque de recolher a partir das 21h

Estado tem 46 cidades com a classificação vermelha, de alto risco para transmissão do coronavírus

Mylena Rocha Publicado em 26/05/2021, às 11h29

None
Marcos Ermínio/Midiamax

Uma atualização do mapa de risco do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança na Economia) foi divulgada nesta quarta-feira (26), com a maioria das cidades em alto risco para coronavírus. Campo Grande regrediu na classificação e deve voltar a ter toque de recolher às 21 horas. Dourados, que é a segunda maior cidade do Estado, recebeu bandeira cinza com risco extremo para covid-19. 

A classificação foi divulgada durante a live da SES (Secretaria de Estado de Saúde) nesta manhã. Campo Grande, que estava com bandeira laranja, piorou a classificação e agora tem bandeira vermelha, que representa alto risco para transmissão da doença. Com isso, a Capital terá toque de recolher das 21 horas às 5 horas do dia seguinte a partir de quinta-feira (27) e até o dia 9 de junho. 

A secretária adjunta Crhistinne Maymone destacou que o Estado tem 46 cidades com a bandeira vermelha, 23 em laranja (risco médio) e 9 em amarelo (grau moderado). As cidades em laranja e amarelo têm toque de recolher a partir das 22 horas.

Há apenas uma cidade com a bandeira cinza: Dourados. No mapa anterior, Dourados tinha classificação vermelha. Sendo assim, o município terá toque de recolher a partir das 20 horas. 

Jornal Midiamax