Cotidiano

Após temporal, prefeitura tira árvores de ruas e reativa semáforos em mais de 200 cruzamentos

Tempestade atingiu a Capital e várias cidades de MS deixando rastro de destruição

Fábio Oruê Publicado em 17/10/2021, às 18h21

Mais de 150 árvores foram derrubadas pela força do vento
Mais de 150 árvores foram derrubadas pela força do vento - Foto: Ranziel Oliveira

Depois de temporal desvastar Campo Grande, na sexta-feira (15), com ventos de quase 100 km/h, a prefeitura continuar com os serviços de limpeza e reparo dos danos, neste domingo (17), com mais de 300 colaboradores e 30 caminhões. 

Mais de 150 árvores caíram na Capital, e, de acordo com a Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos), as que ainda não foram retiradas estão sobre a rede de energia, o que depende do trabalho conjunto com a concessionária. Levantamento da Prefeitura constata que não houve prejuízos às estruturas de obras e de drenagem.

O ritmo dos serviços de limpeza das ruas dependerá do tempo firme, segundo o Executivo Municipal. Além das intervenções imediatas, a prefeitura elabora uma série de medidas a serem tomadas ao longo dos anos para conter os prejuízos mediante as ameaças futuras de desastres da natureza.

Desde a tarde do dia 15 de outubro, equipes da Sisep e da Defesa Civil Municipal, em conjunto com o Corpo de Bombeiros e demais órgãos de controle de desastres, percorrem as sete regiões da cidade para minimizar os danos causados pela ventania e tempestade de poeira que, além da sujeira, atingiu o sistema de semaforização. Avenidas de grande fluxo como a Mato Grosso e a Afonso Pena tiveram praticamente todo o conjunto de semáforos afetados ao longo de sua extensão.

A Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) contabiliza 212 cruzamentos semafóricos afetados por toda a cidade, sendo que 60% destes foram interrompidos com o desligamento da energia elétrica. Apesar de quase todos os equipamentos já estarem operando normalmente, a Agetran aguarda o restabelecimento do sistema de energia elétrica em alguns pontos, para que possa reativar os sinais de trânsito imediatamente.

A prefeitura informou que mantém os canais de atendimento disponíveis para que a população solicite serviços como a limpeza de ruas, nos números 156 e o 199, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 21h e, no sábado, até o meio-dia.

Além disso, as equipes que atuam nos Centros de Referência em Assistência Social estão em alerta e acompanhando a situação das famílias em vulnerabilidade assistidas pelos 21 Cras, distribuídos nas sete regiões da cidade, incluindo a unidade localizada no Distrito de Anhanduí.

As equipes monitoram as famílias via grupos de WhatsApp, além do presencial, se dirigindo até o endereço, para verificar a necessidade de ofertar benefícios eventuais.

Jornal Midiamax