Cotidiano

Após sete anos paralisada, obra no prolongamento da Avenida Rita Vieira é retomada

Após sete anos de paralisação, a prefeitura de Campo Grande retomou, na semana passada, as obras de prolongamento da Avenida Rita Vieira até a Avenida Guaicurus, trecho inicial do novo acesso às Moreninhas (que será aberto pelo governo de Mato Grosso do Sul). O trecho atravessa os bairros Rouxinóis, Concórdia, e Jardim das Perdizes. Está […]

Fábio Oruê Publicado em 16/03/2021, às 13h29 - Atualizado em 17/03/2021, às 16h15

Obras foram retomadas. (Foto: Divulgação/ Prefeitura)
Obras foram retomadas. (Foto: Divulgação/ Prefeitura) - Obras foram retomadas. (Foto: Divulgação/ Prefeitura)

Após sete anos de paralisação, a prefeitura de Campo Grande retomou, na semana passada, as obras de prolongamento da Avenida Rita Vieira até a Avenida Guaicurus, trecho inicial do novo acesso às Moreninhas (que será aberto pelo governo de Mato Grosso do Sul).

O trecho atravessa os bairros Rouxinóis, Concórdia, e Jardim das Perdizes. Está em andamento a construção de 360 metros de drenagem, a partir da Rua Filomena Segundo Nascimento.

Paralelamente, a concessionária Águas Guariroba, que administra a distribuição de água na Capital, iniciou o remanejamento de um trecho da adutora do traçado onde será aberta a segunda. A tubulação ficará no canteiro central.

Segundo o titular da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos), Rudi Fiorese, o prolongamento da Avenida Rita Vieira se estende por 2,2 km, desde a Rua Mariza Andrade Ribeiros. Quando estiver concluído, abrirá um novo eixo viário asfaltado de acesso à região do Bairro Universitário, onde está localizado o terminal rodoviário, como também à Avenida Três Barras, seguindo trajeto pela Victor Meirelles, Avenida Rita Vieira e Rua Novo Estado.

Em novembro do ano passado, a Prefeitura concluiu os últimos 400 metros da Rua Novo Estado, via aberta às margens do antigo traçado da ferrovia, fazendo a interligação das avenidas Rita Vieira e Três Barras.

Quem estiver na Avenida Interlagos (perto do Rádio Clube Campo) entrar na Rita Vieira, vai chegar mais rápido à estação rodoviária e ao Bairro Universitário, pela Rua Victor Meirelles. Hoje, este itinerário é feito pela Rua Professor Hilário da Rocha, uma via estreita, que atravessa uma área residencial.

Parque Bálsamo

O prolongamento da Avenida Rita Vieira foi planejado em 2012, como parte do Parque Linear do Bálsamo. O projeto prevê a abertura de uma ligação viária de 6 quilômetros entre o anel rodoviário (no Jardim Itamaracá) e a Avenida Guaicurus, nas proximidades do Museu José Antônio Pereira.

A intervenção envolveu o reassentamento de 116 famílias que moravam em áreas insalubres no Jardim Perpétuo Socorro, além de ter sido aberto o prolongamento da Rua Victor Meirelles e as ruas Brigadeiro Tiago e Desembargadora Marilza Lúcia Fortes, por onde se chega ao terminal rodoviário pelo Bairro Universitário.

A Prefeitura depende do desbloqueio de recursos federais alocados há 9 anos, para executar a segunda etapa do projeto, entre as avenidas Gury Marques e Guaicurus.

Jornal Midiamax