Cotidiano

Moradores aterram fossas antes da hora e concessionária orienta sobre uso correto da rede de esgoto

Moradores denunciaram serviço clandestino de aterro que oferecia ligação do esgoto

Felipe Ribeiro Publicado em 27/07/2021, às 14h55

Empresa alerta que ligação de esgoto deve ser realizada após assinatura de contrato
Empresa alerta que ligação de esgoto deve ser realizada após assinatura de contrato - (Foto: Divulgação/Águas Guariroba)

Com novas implantações da rede de esgoto em Campo Grande, muitos ainda têm dúvidas sobre os procedimentos corretos a serem realizados para a ativação do serviço na residência. No bairro Rita Vieira, um caso chamou a atenção dos moradores por serem abordados por pessoas que ofereceram serviço irregular de ligação da rede.

Luanna Rocha, que mora no bairro, disse que uma pessoa ofertou a ela o serviço de ativação do esgoto e aterro de sua fossa. “A pessoa veio aqui em casa e me cobrou R$ 500. Me pediu até um adiantamento do valor. Depois, surgiu um problema, a pessoa ficou me enrolando e sumiu. Ligamos para ela de volta, mas não apareceu mais”.

O relato de Luanna é compartilhado por outras pessoas que chegaram a comprar materiais, como terra, para fazer o serviço de aterrar a fossa. Os moradores afirmam que um indivíduo chegava a casa do cliente, oferecia o aterro e posterior ligação do esgoto. O proprietário, então, comprava os materiais necessários e pagava pela mão de obra.

De acordo com a presidente da Associação de Moradores do Bairro Rita Vieira, Yara Freitas, as pessoas tomaram conhecimento do caso por mensagens em um grupo de WhatsApp.

“A gente tem um grupo de informações, orientações e emergência. E aí, nós descobrimos que terceiros estavam passando nas ruas, oferecendo o serviço, e aterrando as fossas. Ou seja, um processo feito de forma ilegal, sem a Águas ficar sabendo”, afirmou Freitas.

Uso correto

O ato é clandestino e incorreto, segundo a Águas Guariroba. A empresa reforça que o morador contemplado com a rede de esgoto deve aguardar o contato pela concessionária através de um aviso, que é recebido por carta entregue pelo correio, ou mesmo, esperar por um agente comercial.

Haverá um contato da prestadora e deverá ser realizada, ainda, uma assinatura de contrato de adesão. Após esse processo, o cliente passa a ter um prazo de 30 dias para conectar-se à rede de esgoto liberada.

Segundo a Águas Guariroba, está sendo implementada rede de esgoto nas regiões dos bairros da Nova Campo Grande, Aero Rancho, Jardim Seminário e Rita Vieira. A estimativa é de que as obras beneficiem mais de 25 mil pessoas com a implantação de mais de 80 mil metros em extensão da nova rede.

Jornal Midiamax