Cotidiano

Após funcionários inalarem amônia, frigorífico de MS é multado em R$ 50 mil

Na última sexta-feira (26), houve vazamento de amônia no frigorífico da Aurora em São Gabriel do Oeste, a 141 km de Campo Grande.

Dândara Genelhú Publicado em 29/01/2021, às 19h00

Foto: Arquivo Midiamax.
Foto: Arquivo Midiamax. - Foto: Arquivo Midiamax.

Na última sexta-feira (26), houve vazamento de amônia no frigorífico da Aurora em São Gabriel do Oeste, a 141 km de Campo Grande. Cinco funcionários inalaram o gás tóxico e passaram mal. Assim, a empresa foi multada pela PMA-MS (Polícia Militar Ambiental de Mato Grosso do Sul) em R$ 50 mil.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, cerca de cinco pessoas tiveram que ser encaminhadas para o Hospital Municipal. O vazamento aconteceu por volta das 10h da manhã daquele dia. A equipe de Bombeiros realizou apenas a vistoria do local, pois os engenheiros da Aurora já haviam controlado o imprevisto.

Dos funcionários expostos a substância tóxica, cerca de cinco sentiram mal-estar após inalação. Assim, esses foram orientados pela equipe de Bombeiros para passarem por avaliação médica, de maneira preventiva.

Diante da situação, a PMA-MS autuou administrativamente e aplicou multa no frigorífico. De acordo com os policiais, “mesmo tendo sido tomadas as medidas corretivas ao ambiente no local, houve danos à saúde humana, tanto que as pessoas foram atendidas em hospital”. Além disto, os responsáveis podem responder por crime culposo de poluição, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção pela Lei Federal nº 9.605/1998.

Jornal Midiamax