Cotidiano

VÍDEO: Clientes aplaudem funcionários de mercados que trabalham na pandemia

Em meio à pandemia do coronavírus (Covid-19) e dos alertas para que a população não saia de casa, alguns grupos de profissionais têm sido necessários na contramão deste momento, indo às ruas para manterem suas atividades e, desta forma, garantir o bem-estar de outras famílias. Além de indicações óbvias em um momento de crise na […]

Humberto Marques Publicado em 22/03/2020, às 11h50 - Atualizado às 18h04

Clientes aplaudiram funcionários por se manterem trabalhando em meio à quarentena pelo coronavírus. (Foto: Reprodução)
Clientes aplaudiram funcionários por se manterem trabalhando em meio à quarentena pelo coronavírus. (Foto: Reprodução) - Clientes aplaudiram funcionários por se manterem trabalhando em meio à quarentena pelo coronavírus. (Foto: Reprodução)

Em meio à pandemia do coronavírus (Covid-19) e dos alertas para que a população não saia de casa, alguns grupos de profissionais têm sido necessários na contramão deste momento, indo às ruas para manterem suas atividades e, desta forma, garantir o bem-estar de outras famílias. Além de indicações óbvias em um momento de crise na saúde, como médicos e enfermeiros, ou da necessidade de se manter a ordem pública com agentes de segurança, o grupo inclui os trabalhadores em supermercados.

Tais estabelecimentos têm merecido atenção redobrada nos decretos de emergência editados pela Prefeitura de Campo Grande ou dos próprios empresários: restrição ao número de clientes nas lojas de acordo com a dimensão do estabelecimento (um a cada 10m²) e higienização constante são algumas das exigências dos funcionários que, em jornadas extenuantes, ainda convivem com a preocupação de estarem vulneráveis à Covid.

Vídeo divulgado em redes sociais mostra que o reconhecimento existe, tanto da clientela como entre os próprios trabalhadores. Funcionários de uma rede atacadista foram aplaudidos por clientes e gerentes em agradecimento “pelo trabalho e coragem que estão tendo ao ficar na linha de frente”, citou uma locutora ao puxar as palmas.

Em reuniões internas, os próprios trabalhadores têm ressaltado seu papel neste momento. “Não trabalhamos no combate na área de saúde, mas estamos à frente das maiores necessidades para a população”, cita outra gravação que chegou à redação do Jornal Midiamax. Apesar dos elogios, os vídeos também mostram pessoas a menos de 1,5 metro de distância uma das outras, o que não é recomendado pelas autoridades.

Com a quarentena e o decreto de toque de recolher (das 22h às 5h) em Campo Grande, estabelecimentos comerciais e de serviços receberam orientação de não realizarem atendimento presencial –com a proibição ou restrições quanto ao atendimento ao público. Os supermercados funcionam com restrição no número de clientes nos corredores e orientações quanto a higienização. A própria Amas (Associação Sul-Mato-Grossense dos Supermercados) recomendou à clientela que indique uma pessoa para se responsabilizar pelas compras na família, evitando aglomerações.

Confira abaixo alguns dos vídeos que circulam as redes sociais:

Jornal Midiamax