Cotidiano

Surto de coronavírus atinge diretoria geral da SES, revela secretária

Trabalhando diariamente no enfrentamento da Covid-19, o novo coronavírus, núcleo da SES (Secretaria Estadual de Saúde), enfrenta surto da doença. Foram três casos confirmados na diretoria geral da Vigilância em Saúde. A informação foi revelada pela secretária-adjunta Christine Maymone nesta sexta-feira (25). Conforme disse a secretária da SES durante audiência pública da Defenso...

Mariane Chianezi Publicado em 25/09/2020, às 15h40 - Atualizado em 26/09/2020, às 07h31

Sede da SES, em Campo Grande. (Foto: Divulgação, Subcom-MS)
Sede da SES, em Campo Grande. (Foto: Divulgação, Subcom-MS) - Sede da SES, em Campo Grande. (Foto: Divulgação, Subcom-MS)

Trabalhando diariamente no enfrentamento da Covid-19, o novo coronavírus, núcleo da SES (Secretaria Estadual de Saúde), enfrenta surto da doença. Foram três casos confirmados na diretoria geral da Vigilância em Saúde. A informação foi revelada pela secretária-adjunta Christine Maymone nesta sexta-feira (25).

Conforme disse a secretária da SES durante audiência pública da Defensoria Pública, que discute o retorno das aulas nas escolas públicas, o surto de coronavírus atinge a diretoria da secretaria e contaminou, inclusive, a diretora do núcleo.

“Já está sendo controlado. É um surto que atinge pessoas que tem o conhecimento da situação, mas que foram contraídos”, disse Christine, explicando que nem os profissionais que enfrentam a doença estão isentos de se contraminarem.

De acordo com a assessoria da secretaria, os três casos foram confirmados na diretoria geral da Vigilância em Saúde e se encaixaram no termo conforme nota técnica da SES, que classifica três casos simultâneos em comunidade fechada ou semifechada, um ‘surto’.

“A Secretaria de Estado de Saúde acionou os protocolos técnicos, como o bloqueio e isolamento dos casos confirmados e monitoramento dos contatos dos casos confirmados. Os servidores foram afastados, realizaram teste RT-PCR e se encontram isolados”, disse SES.

A audiência pública acontece no canal da Escola Superior da Defensoria Pública de MS no YouTube. Para acompanhar, basta acessar o link.

Jornal Midiamax