Cotidiano

Sudoeste de MS vê coronavírus se estabilizar em 3 focos e avançar em uma pequena cidade

Guia Lopes da Laguna vive redução do ritmo de contágio, e Jardim e Bonito têm poucos casos por dia; Caracol vê incidência da Covid disparar.

Humberto Marques Publicado em 19/06/2020, às 16h56 - Atualizado às 19h09

Comparativo entre Bonito (azul), Guia Lopes (laranja) e Jardim (cinza) mostra a incidência de casos de Covid-19 em cada município. (Imagem: Reportagem)
Comparativo entre Bonito (azul), Guia Lopes (laranja) e Jardim (cinza) mostra a incidência de casos de Covid-19 em cada município. (Imagem: Reportagem) - Comparativo entre Bonito (azul), Guia Lopes (laranja) e Jardim (cinza) mostra a incidência de casos de Covid-19 em cada município. (Imagem: Reportagem)

Considerada uma das áreas mais problemáticas em relação ao surgimento da pandemia de coronavírus em Mato Grosso do Sul, a microrregião de Bodoquena, no Sudoeste do Estado, vê alguns de seus municípios registrarem certa estabilização dos casos de coronavírus. A doença se mantém distante de algumas cidades, ao mesmo tempo em que chegou de forma intensa em outra.

Em três municípios vizinhos, o coronavírus se apresentou quase que ao mesmo tempo, conforme dados da Secretaria de Estado de Saúde tabulados pelo Jornal Midiamax. A começar por Guia Lopes da Laguna, que relatou seu primeiro caso em 5 de maio. Dois dias depois, Jardim relatava o registro de dois infectados e, em 8 de maio, Bonito estreava nas estatísticas estaduais.

Enquanto Guia Lopes da Laguna vê redução do ritmo de contágio, Jardim e Bonito seguem com poucos casos por dia; Caracol vê incidência da Covid-19 disparar
Guia Lopes segue como município de maior incidência em MS, mas ritmo da Covid-19 desacelerou. (Imagem: Reportagem)

As três cidades, porém, apresentaram comportamentos diferentes para o espalhamento da doença –que, conforme investigações da Saúde Pública, disseminou-se a partir de um frigorífico de Guia Lopes. Esta viveu uma explosão no volume de casos, tornando-se a de maior incidência de Covid-19 no Estado (2.546,7 casos por 100 mil habitantes).

Guia Lopes ainda figura como a terceira cidade em casos confirmados de coronavírus no Estado (252). Porém, a atual velocidade de difusão da doença em nada lembra o que foi divulgado entre 6 e 28 de maio, com mais de 5 casos por dia e ápices entre 19 e 34 por boletim.

Na quarta-feira (17), a cidade anunciou 7 casos de uma vez, marca que não se repetia desde 29 de maio, quando um relato foi excluído do balanço da cidade. Foram 3 dias com 1 caso relatado, 5 entre 3 e 5 infectados e 9 sem casos –um deles esta sexta-feira (19).

Jardim e Bonito veem número recorrente de casos de coronavírus

Jardim, por sua vez, vem mantendo a média diária de casos notificados desde 6 de maio –o recorde ocorreu em 13 de junho, com 5 notificações no mesmo dia. A cidade que é separada de Guia Lopes pelo Rio Miranda e tem mais que o dobro de habitantes da vizinha (cerca de 25 mil contra 10 mil), registrou até agora 48 infectados pela Covid-19, 3 deles relatados nesta sexta.

A incidência da Covid-19 nas duas cidades provocou medidas conjuntas, como um patrulhamento noturno visando a flagrar pessoas ignorando o toque de recolher. Guia Lopes chegou a declarar um “lockdown”, parcialmente seguido pela população, enquanto Jardim alterou regras de funcionamento para estabelecimentos comerciais –endurecendo para estabelecimentos do ramo de alimentação e liberando a atividade turística.

Bonito, por sua vez, também viu o coronavírus chegar à região por meio de um frigorífico. A evolução de casos, de 7 a 20 de maio, não superou os 5 diários. Contudo, entre 23 e 24 de maio, foram 26 confirmações de infectados.

Após informar outros 10 casos em 27 de maio, o volume de notificações caiu para o máximo de 6 em 16 de junho –são 62 no total, com incidência de 282,1 casos por 100 mil habitantes, o 9º maior índice do Estado.

Em 9 dias, Caracol registra 11 casos de coronavírus e incidência dispara

Enquanto esses três municípios veem os casos de coronavírus reduzir, a pequena Caracol viu a doença chegar ao seu território em 10 de junho. Desde então, foram 11 casos confirmados –mais de um por dia, sendo 3 deles anunciados nesta quinta-feira (18) e 2 nesta sexta.

Com pouco mais de 5 mil habitantes, o volume de infectados rapidamente fez a cidade aparecer como a 14ª em incidência no Estado (179,9 casos por 100 mil habitantes).

Também no Sudoeste, Bela Vista registrou até agora 2 casos de coronavírus, relatados em 8 e 9 de maio. Vão-se cerca de 40 dias sem um novo episódio de Covid-19 em seu território –apesar de um caso estar sob investigação, conforme a SES.

Bodoquena, por sua vez, teve seu primeiro caso confirmado em 16 de junho. Nioaque e Porto Murtinho seguem sem notificações da doença.

Jornal Midiamax