Cotidiano

Aulas da rede pública em MS continuam suspensas até outubro, confirma Saúde

As aulas presenciais na Rede Estadual de Ensino em Mato Grosso do Sul continuam suspensas até outubro, conforme informou o secretário de Saúde, Geraldo Resende, nesta sexta-feira (4), durante divulgação do boletim epidemiológico do novo coronavírus, em transmissão ao vivo pelo Facebook. As suspensão das aulas foi determinada desde o início da pandemia, para evitar […]

Dayene Paz Publicado em 04/09/2020, às 11h33 - Atualizado às 11h49

(Foto: Marcos Ermínio, Midiamax)
(Foto: Marcos Ermínio, Midiamax) - (Foto: Marcos Ermínio, Midiamax)

As aulas presenciais na Rede Estadual de Ensino em Mato Grosso do Sul continuam suspensas até outubro, conforme informou o secretário de Saúde, Geraldo Resende, nesta sexta-feira (4), durante divulgação do boletim epidemiológico do novo coronavírus, em transmissão ao vivo pelo Facebook.

As suspensão das aulas foi determinada desde o início da pandemia, para evitar aglomeração e a contaminação pelo coronavírus. Deste então, alunos da rede estadual, municipal e também de particulares estão sem aulas presenciais.

Ainda, de acordo com as informações fornecidas pelo secretário, o decreto que estabelece a prorrogação da suspensão, deve ser assinado na próxima semana pelo Governo do Estado.

Campo Grande

A prefeitura de Campo Grande, também prorrogou a suspensão das aulas presenciais da Rede Municipal de Ensino até 8 de outubro. O decreto assinado pelo prefeito Marquinhos Trad foi publicado nesta quinta-feira (03), no Diário Oficial. Já as escolas particulares, preveem uma retomada para o fim de setembro.

A Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), uma das entidades que integra o Comitê Estadual Provisório de Volta às Aulas, defende o retorno presencial dos alunos às escolas somente em 2021. “A maioria das entidades ligadas à educação em MS são contra o retorno em 2020”, disse o presidente da Fetems, Jaime Teixeira.

Jornal Midiamax