Cotidiano

Santa Casa receberá R$ 11 milhões do Estado para pagar salários atrasados de médicos

A Santa Casa de Campo Grande receberá um repasse de R$ 11 milhões para quitar os salários atrasados e garantir o décimo terceiro dos médicos da unidade. O dinheiro será repassado primeiramente ao Município e depois ao hospital. De acordo com o secretário de saúde do Estado, Geraldo Resende, 50% do valor será destinado ao […]

Mariane Chianezi Publicado em 17/12/2020, às 15h29 - Atualizado às 15h58

Santa Casa de Campo Grande (Foto: Divulgação)
Santa Casa de Campo Grande (Foto: Divulgação) - Santa Casa de Campo Grande (Foto: Divulgação)

A Santa Casa de Campo Grande receberá um repasse de R$ 11 milhões para quitar os salários atrasados e garantir o décimo terceiro dos médicos da unidade. O dinheiro será repassado primeiramente ao Município e depois ao hospital.

De acordo com o secretário de saúde do Estado, Geraldo Resende, 50% do valor será destinado ao pagamento dos salários atrasados e o restante, para adiantar parte do décimo terceiro dos profissionais. Além disso, o repasse aconteceu em contrapartida, onde hospital ficou de viabilizar procedimentos aos pacientes.

“Fizemos uma negociação com a Santa Casa, para que esses recursos possam ter uma contrapartida da entidade”, disse Resende, explicando que o hospital deverá viabilizar 40 procedimentos de coluna, 60 de quadril, 500 ressonâncias magnéticas e mais de 11 mil tomografias.

Santa Casa receberá R$ 11 milhões do Estado para pagar salários atrasados de médicos
Foto: Dândara Genelhú, Midiamax

Anteriormente, havia a possibilidade de a categoria entrar em greve devido aos atrasos, mas conforme o secretário, agora que a situação foi solucionada, acredita que os profissionais deverão repensar.

“Espero que com isso, possamos abolir qualquer movimento grevista […] Acredito que agora temos um novo cenário. Vão reunir a categoria, vão verificar esse compromisso celebrado hoje. E nós, logicamente, queremos compreensão, não queremos qualquer prejuízo ao cidadão”, disse o secretário da SES.

José Mauro Filho, secretário da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), disse que ainda existem outros contratos vigentes, sendo de R$ 22,3 milhões, R$ 11 milhões são do Estado e ainda existem mais R$ 5,7 milhões de recursos de um termo aditivo. “Esperamos que a gente passe o final do ano mais tranquilo”, pontuou.

O repasse será destinado ao Município ainda nesta quinta-feira (17) e deve cair nos próximos dias, pois segundo o Estado, é uma sistemática do SUS (Sistema Único de Saúde). Somente após o dinheiro ser repassado ao Município, será transferido à Santa Casa para o pagamento.

Jornal Midiamax