Cotidiano

Reserva indígena de Dourados tem mais dois casos confirmados de coronavírus

Mais dois indígenas tiveram testagem positiva para o coronavírus nas aldeias de Dourados. Com esses dois novos casos sobe para três o número contaminado na Reserva que abriga quase 18 mil pessoas em situação de extrema vulnerabilidade. Os dois novos casos na realidade já haviam sido detectados pela SES (Secretaria Estadual de Saude), que não […]

Marcos Morandi Publicado em 15/05/2020, às 18h24 - Atualizado em 16/05/2020, às 10h34

Doença já atinge três moradores da Reserva Indígena.(Foto: Marcos Morandi)
Doença já atinge três moradores da Reserva Indígena.(Foto: Marcos Morandi) - Doença já atinge três moradores da Reserva Indígena.(Foto: Marcos Morandi)

Mais dois indígenas tiveram testagem positiva para o coronavírus nas aldeias de Dourados. Com esses dois novos casos sobe para três o número contaminado na Reserva que abriga quase 18 mil pessoas em situação de extrema vulnerabilidade.

Os dois novos casos na realidade já haviam sido detectados pela SES (Secretaria Estadual de Saude), que não divulgou a idade nem a aldeia que essas pessoas moram.

De acordo com informações apuradas pelo Jornal Midiamax e checadas junto ao Comitê de Gerenciamento de Crise do Coravúrs em Dourados,  as duas novas testagens positivas tiveram contatos a primeira indígena infectada, de 35 anos, que trabalha em um frigorífico do grupo JBS.

“São pacientes que tiveram contato desse primeiro caso que vem e passa para outro. O que representa na realidade,  situações normais de transmissão”, afirmou o coordenador de Vigilância Epidemiológica do Município, Emerson Eduardo Correa.

Segundo Emerson, dos três casos registrados na Reserva Indígena e que estão sendo monitorados pelo Comitê, dois estão em isolamento domiciliar.

“A primeira paciente teve que ser internada,  mais por questões preventivas do que patológicas, porque na casa dela tem idosos”, disse o coordenador.

Jornal Midiamax