Cotidiano

Prazo para alistamento militar é prorrogado até 30 de setembro

O prazo para alistamento militar em 2020 foi prorrogado até dia 30 de setembro, em razão da pandemia do coronavírus (covid-19). O decreto n° 10.384/2020 com a extensão da data foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (29). A apresentação obrigatória geralmente é feita nos primeiros seis meses do ano em que o […]

Ana Paula Chuva Publicado em 29/05/2020, às 10h42

None
alistamento-militar-ministerio-da-defesa.jpg

O prazo para alistamento militar em 2020 foi prorrogado até dia 30 de setembro, em razão da pandemia do coronavírus (covid-19). O decreto n° 10.384/2020 com a extensão da data foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (29).

A apresentação obrigatória geralmente é feita nos primeiros seis meses do ano em que o jovem complete 18 anos. Em 2020, como parte das ações de enfrentamento ao coronavírus e para evitar aglomerações, o alistamento está sendo feito exclusivamente pela internet.

Com a extensão do prazo, os jovens tem até dia 30 de setembro para se candidatar a uma vaga na Marinha, Exército ou Aeronáutica no site da junta militar, ou através do aplicativo do Exército.

A mudança na forma de se alistar não tira a obrigatoriedade e quem não fizer no prazo deverá pagar multa e não não poderá tirar passaporte, matricular-se em instituições de ensino, inscrever-se em concursos públicos, entre outras coisas.

Confira como se alistar:

É importante lembrar que, todo brasileiro do sexo masculino deve se alistar no ano em que completa 18 anos. Este ano o alistamento está sendo feito exclusivamente de forma online.

Ao acessar o site, o jovem deve clicar na seção “Quero me alistar”, em seguida indicar em qual das situações se encontra:

  • Arrimo (é o único responsável pelo sustento da família);
  • Exterior (mora no exterior e não possui CPF);
  • Nome social (quer se alistar usando nome social);
  • Problema de saúde (é portador de necessidade especial física e aparente);
  • Alistamento militar (não se enquadra em nenhum dos itens anteriores).

Em seguida, deve informar o número do CPF e preencher um formulário com dados pessoais como data de nascimento e nome completo da mãe. Após isso preencher o formulário de alistamento.

Ao termina o preenchimento dos dados, o sistema gerará o RA (Registro de Alistamento) que deve ser usado para acompanhar o status do processo que deve ser feito na opção “Já me alistei” no site, junto com o número do CPF.

O candidato pode também fazer o alistamento por meio do aplicativo Exército Brasileiro, disponível para celulares Android e iPhone (iOS).

Jornal Midiamax