Cotidiano

PMA de Batayporã multa caminhoneiro em R$ 3 mil por transporte ilegal de madeira

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Batayporã, autuou o condutor de um caminhão em R$ 3.300,00 na noite da última segunda-feira (01), na BR 267, no município de Nova Andradina. O veículo estava identificado com a placa de Tupi Paulista, cidade do interior de São Paulo, e carregava madeira com suspeita de transporte ilegal, conforme […]

Ranziel Oliveira Publicado em 02/09/2020, às 13h00 - Atualizado às 13h08

(Foto: Naviraí Notícias)
(Foto: Naviraí Notícias) - (Foto: Naviraí Notícias)

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Batayporã, autuou o condutor de um caminhão em R$ 3.300,00 na noite da última segunda-feira (01), na BR 267, no município de Nova Andradina. O veículo estava identificado com a placa de Tupi Paulista, cidade do interior de São Paulo, e carregava madeira com suspeita de transporte ilegal, conforme o site Naviraí Notícias.

Depois de calcular o volume, a polícia constatou que o caminhão transportava o total de 11 m³ (metro cúbicos) de madeira no formato de toras, da espécie faveiro, sem o DOF (Documento de Origem Florestal), necessário para transporte e armazenamento de qualquer produto florestal.

A madeira foi carregada em uma propriedade rural no município de Deodápolis, e tinha como destino a cidade de Tupi Paulista, em São Paulo, a carga e o veículo foram aprendidos.

O infrator e proprietário da carga, de 58 anos, é morador de Tupi Paulista, e responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá receber pena de seis meses a um ano de detenção. Ele também foi autuado administrativamente e multado em R$ 3.300,00 pela PMA.

Jornal Midiamax