Cotidiano

Pescador é preso com 51 peixes em Anastácio

Nesta segunda-feira (05), a PMA (Polícia Militar Ambiental) do Distrito de Águas do Miranda, em Bonito, prendeu um homem de 57 anos, por pesca predatória. Ele foi interceptado na rodovia MS-345, no município de Anastácio, enquanto retornava com 51 peixes, após pescaria do Rio Miranda. Segundo o site bonito notícias, O infrator estava em um […]

Ranziel Oliveira Publicado em 06/10/2020, às 16h35

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação) - (Foto: Divulgação)

Nesta segunda-feira (05), a PMA (Polícia Militar Ambiental) do Distrito de Águas do Miranda, em Bonito, prendeu um homem de 57 anos, por pesca predatória. Ele foi interceptado na rodovia MS-345, no município de Anastácio, enquanto retornava com 51 peixes, após pescaria do Rio Miranda.

Segundo o site bonito notícias, O infrator estava em um veículo Fiat Uno, onde foram os peixes, pesando um total de 28 kg. Com ele, existiam vários exemplares abaixo da medida mínima para captura, qualificando como crime ambiental.

Havia um exemplar de Curimbatá com 30 centímetros, quando o tamanho mínimo de captura e abate é de 38 centímetros para a espécie. O homem afirmou que voltava de uma pescaria no rio Miranda, onde havia capturado os peixes.

Além disso, o pescador poderia capturar e abater apenas um exemplar de peixe nativo e mais cinco exemplares de piranha.  Não havia piranha entre os peixes, logo, ele só poderia estar transportando um exemplar, o que caracterizou como crime. O veículo e os 28 kg de pescado foram apendidos.

O infrator, residente em Anastácio, foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de daquela cidade, juntamente com o material apreendido, onde ele foi autuado em flagrante por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória. A pena é de um a três anos de detenção. O infrator também foi autuado administrativamente e multado em R$ 1.260,00. O pescado será doado para instituições filantrópicas, depois de periciado.

Jornal Midiamax