Cotidiano

Ong de costureiras doa 63 mil máscaras de tecido para Saúde de Campo Grande

Uma Ong (Organização Não-Governamental) com voluntárias costureiras, doaram nesta quarta-feira (5), cerca de 63 mil máscaras de tecido para a FAC (Fundo de Apoio à Comunidade), da prefeitura. O material será destinado para àrea da Saúde de Campo Grande. Segundo a fundadora e coordenadora da ACIESP (Associação de Capacitação e Instrução de Economia Solidário do […]

Karina Campos Publicado em 05/08/2020, às 16h18 - Atualizado às 16h22

(Foto: Leitor Midiamax)
(Foto: Leitor Midiamax) - (Foto: Leitor Midiamax)

Uma Ong (Organização Não-Governamental) com voluntárias costureiras, doaram nesta quarta-feira (5), cerca de 63 mil máscaras de tecido para a FAC (Fundo de Apoio à Comunidade), da prefeitura. O material será destinado para àrea da Saúde de Campo Grande.

Segundo a fundadora e coordenadora da ACIESP (Associação de Capacitação e Instrução de Economia Solidário do Povo), Ceurecy Santiago Ramos, as costureiras estão empenhadas na confecção do material desde o início da pandemia de coronavírus. Recentemente, receberam apoio de uma instituição que além de comprar os tecidos, contratou as mulheres para a produção das máscaras.

“Começamos como voluntárias para as unidade de saúde, depois veio o projeto Heróis que Usam Máscara, de São Paulo, que tem apoio de vários bancos e institutos, e nos encomendaram as máscaras e destinaram para a FAC”, disse.

A maior parte das costureiras está no grupo de mulheres vulneráveis, como estar com parceiro desemprego, vítima de violência doméstica ou a costura como único tipo de renda. “Essas mulheres depender da costura para se manter. A gente vai continuar confeccionando, recebendo doações e em buscas de parceria para o projeto continuar”, finaliza.

A ong está localizada no bairro Aero Rancho, e por conta da pandemia precisou suspender as atividades voltada para as crianças carentes, como escolinhas de futebol, balé, capoeira, judô, aulas de violão e canto.

Jornal Midiamax