Cotidiano

Mulher é multada em R$ 91,5 mil por desmatar 12 hectares de vegetação nativa em MS

Uma mulher de 30 anos, que não teve a identidade divulgada, foi multada em R$ 91,5 mil por desmatamento ilegal de vegetação nativa em uma propriedade rural na MS-178, a 21 quilômetros de Corumbá. De acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), a corporação recebeu denúncias sobre o desmatamento e estiveram no local nesta terça-feira […]

Ana Paula Chuva Publicado em 15/07/2020, às 08h45

Divulgação | PMA
Divulgação | PMA - Divulgação | PMA

Uma mulher de 30 anos, que não teve a identidade divulgada, foi multada em R$ 91,5 mil por desmatamento ilegal de vegetação nativa em uma propriedade rural na MS-178, a 21 quilômetros de Corumbá.

De acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), a corporação recebeu denúncias sobre o desmatamento e estiveram no local nesta terça-feira (14) quando foi constatado o crime.

Fazendo uso de drone GPS e imagens de satélite, policiais constataram que foram desmatados 12 hectares de vegetação nativa no local.

Os policiais compararam as imagens do GPS com as imagens de satélites e verificaram que a vegetação no local era de grande porte e formava copas, além disso, as árvores estavam em leiras no local.

Ainda conforme a PMA, as árvores foram arrancadas pela raiz e a madeira seria explorada. Só de aroeira, considerada uma espécie nobre foram encontradas 160 árvores de grande porte nas leiras.

Toda a atividade estava sendo realizada sem licença ambiental. Uma máquina pá-carregadeira que juntava as árvores caídas nas leiras foi apreendida.

A infratora foi atuada administrativamente e multada em R$ 91, 5 mil e responderá pelo crime ambiental de desmatamento e exploração de madeira, que prevê pena de seis meses a um ano de detenção.

Jornal Midiamax