Cotidiano

Médicos residentes da Santa Casa reclamam de atraso em pagamentos repassados pelo MEC

Cerca de 48 médicos residentes da Santa Casa de Campo Grande reclamam do atraso de pagamento de bolsa do Ministério da Educação. Conforme a denúncia relatada hoje (22), o valor de R$ 2,8 líquidos que está atrasado são referentes ao mês de março. Segundo um residente, que preferiu não se identificar, todo ano acontece atraso […]

Karina Campos Publicado em 22/04/2020, às 15h51 - Atualizado às 15h52

Santa Casa de Campo Grande. (Arquivo Midiamax)
Santa Casa de Campo Grande. (Arquivo Midiamax) - Santa Casa de Campo Grande. (Arquivo Midiamax)

Cerca de 48 médicos residentes da Santa Casa de Campo Grande reclamam do atraso de pagamento de bolsa do Ministério da Educação. Conforme a denúncia relatada hoje (22), o valor de R$ 2,8 líquidos que está atrasado são referentes ao mês de março.

Segundo um residente, que preferiu não se identificar, todo ano acontece atraso nos pagamentos. Os alunos do programa chegaram a questionar o setor responsável, o Coreme (Coordenadora da Comissão de Residência Médica), mas recebem apenas promessas de previsão.

“Ano passado, ficamos 3 meses sem receber. Todas as vezes que questionamos, sempre dão uma desculpa e prometem um novo prazo para efetivar o pagamento. Até agora, já indo quase para ultima semana (do mês), não temos quaisquer expectativa de receber a bolsa a ultima informação que eles nos passaram, foi de um contato com o MEC, no inicio da semana passada, onde haviam prometido que na semana passada iriam iniciar nossos pagamentos”, lamentou.

A reportagem do Jornal Midiamax entrou em contato com a assessoria do hospital, mas não recebeu retorno até a publicação deste material.

Jornal Midiamax