Cotidiano

Jornalista, pré-candidata e militante, Leyde Pedroso morre de coronavírus em Campo Grande

Leyde Pedroso teve diagnóstico de Covid-19 confirmado em 14 de agosto; informação sobre óbito foi divulgada neste sábado.

Humberto Marques Publicado em 29/08/2020, às 17h07 - Atualizado em 30/08/2020, às 10h12

Leyde Pedroso faleceu na Santa Casa de Campo Grande. (Foto: Arquivo pessoal)
Leyde Pedroso faleceu na Santa Casa de Campo Grande. (Foto: Arquivo pessoal) - Leyde Pedroso faleceu na Santa Casa de Campo Grande. (Foto: Arquivo pessoal)

Faleceu na tarde deste sábado (29) em Campo Grande a jornalista Leyde Alves Pedroso. Ela estava internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa de Campo Grande em estado grave desde meados deste mês, sendo diagnosticada no dia 14 como caso positivo de coronavírus.

“Com muito pesar informamos que a nossa amiga, Leyde Pedroso, faleceu neste sábado (29), decorrente a complicações da Covid-19, na Santa Casa de Campo Grande. Ela lutou o bom combate, fez de sua vida uma militância aguerrida pelos direitos das mulheres e da classe trabalhadora”, afirmou postagem na rede social da jornalista, que vinha sendo abastecida por familiares e amigos nos últimos dias.

Familiares haviam iniciado campanha em busca de doações de sangue para o tratamento de Leyde Pedroso. Há dois dias, teve melhora e foi transferida para a enfermaria da Santa Casa, mas seu estado de saúde voltou a se agravar.

“Negra, feminista, socialista, artesã, empreendedora e jornalista” eram alguns dos termos usados por Leyde para se auto definir. Nascida em Coxim em 29 de novembro de 1967, estava filiada ao PDT, presidiu a AMT-MS (Ação da Mulher Trabalhista de Mato Grosso do Sul, órgão interno do partido) e trabalhava pré-candidatura a vereadora nas eleições deste ano.

Em virtude do contágio por coronavírus e das medidas sanitárias decorrentes da doença, não foram informados detalhes sobre o sepultamento –decretos de biossegurança proíbem velórios em casos de Covid-19 para evitar a disseminação da doença, permitindo o acompanhamento do ato à distância.

Jornal Midiamax