Cotidiano

Iagro aprova mudanças em defensivos agrícolas

O Governo de Mato Grosso do Sul, por meio da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), divulgou no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (5) a alteração de nome de um produto e acrescentou novas recomendações de uso em um inseticida. A primeira alteração aprovada é o produto Zapp Pro, de registro […]

Ana Palma Publicado em 05/02/2020, às 11h03 - Atualizado às 11h04

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação) - (Foto: Divulgação)

O Governo de Mato Grosso do Sul, por meio da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), divulgou no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (5) a alteração de nome de um produto e acrescentou novas recomendações de uso em um inseticida.

A primeira alteração aprovada é o produto Zapp Pro, de registro Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) nº 12908, da empresa Syngenta Proteção De Cultivos LTDA, com aprovação da alteração da marca comercial do produto para ZAPP QI 620, cadastro estadual nº 2339. O Zapp é um herbicida sistêmico, seletivo condicional para soja e milho geneticamente modificados com resistência ao glifosato.

Outra alteração foi no produto Racio, de registro Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) nº 0816, da empresa Ouro Fino S.A., nas recomendações de uso do produto com a inclusão às culturas de algodão, amendoim, batata, citros, feijão, milho, melão, soja e tomate industrial, e inclusão dos alvos biológicos Trichoplusia ni, Piezodorus guildinii, Epinotia aporema, Euschistus heros, Caliothrips phaseoli, Frankliniella rodeos, Frankliniella schultzei e Hedylepta indicata na cultura da soja.

A Agepan também aprovou e divulgou o cadastro do produto agrotóxico com nome de DRAXX, da Ouro Fino Química S.A., registrada no Mapa com nº 45219.

Jornal Midiamax