Cotidiano

Feirão reúne 300 carros com preços entre R$ 10 mil e R$ 250 mil na Praça do Papa

O feirão de veículos seminovos começou nesta quinta-feira (26) em Campo Grande e conta com carros para diferentes gostos e de diversos valores. Há veículos de R$ 10,9 mil a R$ 150 mil à disposição, ao todo são mais de 300 carros à venda. O feirão continua até o domingo (29), na Praça do Papa. […]

Mylena Rocha Publicado em 26/11/2020, às 10h07 - Atualizado às 16h47

None
Feirão acontece até o domingo. (Foto: Marcos Ermínio)

O feirão de veículos seminovos começou nesta quinta-feira (26) em Campo Grande e conta com carros para diferentes gostos e de diversos valores. Há veículos de R$ 10,9 mil a R$ 150 mil à disposição, ao todo são mais de 300 carros à venda. O feirão continua até o domingo (29), na Praça do Papa.

Feirão reúne 300 carros com preços entre R$ 10 mil e R$ 250 mil na Praça do Papa
Veículo mais barato é o Fiat Uno. (Foto: Marcos Ermínio)

No feirão, o carro mais barato é um Fiat Uno 2003, vendido por R$ 10.900. Já o veículo mais caro é uma caminhonete Toyota Hilux de 2016, por R$ 250 mil. Ao todo, são 10 garagens com veículos à venda e, apesar de alguns carros de luxo em oferta, o que os consumidores mais procuram são os carros populares.

Vendedores contam que a maioria dos consumidores procura por carros populares, na faixa de R$ 20 a R$ 30 mil, como é o caso do Ford Ka, Volkswagen Gol e Fiat Uno. Porém, os clientes já não buscam por carros mais antigos para economizar, como é o caso do Uno 2003. Segundo relatos, o consumidor busca veículos populares mais recentes, dos anos de 2016 a 2019. 

Feirão reúne 300 carros com preços entre R$ 10 mil e R$ 250 mil na Praça do Papa
Carro mais caro é a caminhonete Hilux. (Foto: Marcos Ermínio)

Entre os veículos populares, o preço varia de R$ 10,9 mil, que é o caso do Uno 2003, a R$ 22,9 mil, que é o preço de um Chevrolet Corsa Classic. Entre os veículos de luxo, o mais barato é um Chevrolet Spin 2018, por R$ 72 mil e o mais caro é a Hilux de R$ 250 mil. 

O feirão acontecerá das 8h às 18 horas, e tem parceria com instituição bancária, para facilitar o acesso dos clientes ao financiamento. Para evitar aglomerações, o evento possui plano de biossegurança. Além de área limitada por alambrados, há aferição de temperatura, distribuição de máscaras e álcool em gel.

Jornal Midiamax