Cotidiano

Fazendeira de MS é multada em R$ 20 mil por incêndio e exploração ilegal de madeira

Uma fazendeira de 51 anos, que não teve a identidade revelada, foi multada em R$ 20 mil e responderá por crime ambiental por exploração ilegal de madeira e uso irregular de fogo em sua propriedade no município de Jaraguari, distante 47 quilômetros de Campo Grande. Segundo a PMA (Polícia Militar Ambiental), após denúncias de que […]

Ana Paula Chuva Publicado em 16/07/2020, às 08h27

(Divulgação | PMA)
(Divulgação | PMA) - (Divulgação | PMA)

Uma fazendeira de 51 anos, que não teve a identidade revelada, foi multada em R$ 20 mil e responderá por crime ambiental por exploração ilegal de madeira e uso irregular de fogo em sua propriedade no município de Jaraguari, distante 47 quilômetros de Campo Grande.

Segundo a PMA (Polícia Militar Ambiental), após denúncias de que na fazenda estaria sendo realizada a derrubada de árvores e a madeira estaria sendo enterrada para enganar a fiscalização, uma equipe foi até o local na segunda-feira (13).

Um funcionário da propriedade apresentou a autorização do órgão estadual para a derrubada das árvores, portanto a atividade, inicialmente não seria ilegal.

No entanto, a equipe de policiais verificou que a fazendeira teria efetuado também a queima de material lenhoso proveniente do desmatamento nas leiras, atividade não permitida na licença.

Ao ser questionado, o funcionário afirmou que mulher teria a licença e os Policiais mandaram que fosse apresentada até a quarta-feira (15), mas o documento não foi apresentado.

Com isso, a licença para exploração da madeira perdeu o valor, já que elas são emitidas para aproveitamento do material e não para queima.

A proprietária foi então multada em R$ 20.130, 00 e responderá por crime ambiental com pena prevista de seis meses a um ano de detenção.  No local foram apreendidos ainda 67,10 metros cúbicos de madeira.

Jornal Midiamax