Cotidiano

Ex-secretária de Puccineli, Thie Higuchi morre vítima de coronavírus

A ex-secretária estadual de administração, Thie Higuchi Viegas, morreu na manhã deste domingo (13), em decorrência da Covid-19, o novo coronavírus. Thie era considerada braço direito de André Puccinelli durante a gestão. Higuchi estava internada no Hospital da Cassems desde 21 de julho. Por conta da gravidade, ficou sedada e entubada durante a internação e […]

Karina Campos Publicado em 13/09/2020, às 09h47 - Atualizado em 14/09/2020, às 09h20

(Foto: Gov MS/Arquivo)
(Foto: Gov MS/Arquivo) - (Foto: Gov MS/Arquivo)

A ex-secretária estadual de administração, Thie Higuchi Viegas, morreu na manhã deste domingo (13), em decorrência da Covid-19, o novo coronavírus. Thie era considerada braço direito de André Puccinelli durante a gestão.

Higuchi estava internada no Hospital da Cassems desde 21 de julho. Por conta da gravidade, ficou sedada e entubada durante a internação e respirando com ajuda de aparelhos.

Pelas redes sociais, o ex-ministro da Secretária de Governo da Presidência da República, Carlos Marun (PMDB), lamentou a morte da amiga. “Depois de uma luta de mais de 50 dias de UTI partiu ao encontro do Pai. Mulher Honesta, Competente e Leal se constitui em grande perda para aqueles que como eu tivemos o privilégio de com ela conviver”, disse.

O deputado estadual Coronel David (sem partido) também prestou condolências a Thie. “Infelizmente tomamos conhecimento do falecimento da amiga querida e eterna secretária. A nossa gratidão por tudo que realizou em prol do nosso Estado e os nossos pêsames aos filhos, familiares e amigos.”

Os filhos informaram que, por conta do decreto municipal, não haverá velório e o sepultamento será na segunda-feira (14) às 8h30, no Cemitério Jardim das Palmeiras, ao lado da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco).

*Material atualizado com novas informações às 10h05.

Jornal Midiamax