Cotidiano

Empresas de delivery devem disponibilizar transporte para funcionários aos finais de semana

Então, empresas não essenciais que optarem por delivery deverão disponibilizar meio de transporte para os funcionários aos finais de semana.

Dândara Genelhú Publicado em 17/07/2020, às 14h55 - Atualizado às 15h07

Foto: Ilustrativa.
Foto: Ilustrativa. - Foto: Ilustrativa.

Nos próximos dois finais de semana o transporte coletivo de Campo Grande só permitirá o embarque de trabalhadores de serviços essenciais. Então, empresas não essenciais, que podem funcionar de forma delivery, deverão disponibilizar meio de transporte para os funcionários escalados para o sábado e domingo.

Serviços não essenciais foram proibidos de atender presencialmente aos sábados e domingos até 31 de julho pelo Decreto  nº 14.380. Porém, o decreto permite a manutenção do atendimento delivery e libera o embarque nos ônibus da Capital apenas para trabalhadores dos serviços essenciais.

Assim, a Semadur (Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Gestão Urbana) publicou recomendações aos empresários dos serviços não essenciais que irão adotar o sistema de entregas. As recomendações foram publicadas nesta sexta-feira (17), no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande).

“Os estabelecimentos e atividades não considerados como essenciais que optarem por funcionar pelo sistema de entrega em domicílio durante os períodos de paralisação, devem providenciar ou disponibilizar, às suas expensas, meio de transporte alternativo aos seus funcionários e colaboradores”.

Jornal Midiamax