Cotidiano

Empreiteiro de MS que estava internado tem teste positivo para coronavírus em SP

O empreiteiro de Campo Grande André Luiz dos Santos, que estava internado no Hospital da Cassems, foi diagnosticado com Covid-19, o novo coronavírus, em São Paulo. Ele segue em quarentena na cidade paulista e a esposa e filhas passam por exames. Estudantes da Escola Harmonia, as crianças não foram às aulas e a direção avalia […]

Evelin Cáceres Publicado em 16/03/2020, às 09h16 - Atualizado às 16h55

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Imagem ilustrativa

O empreiteiro de Campo Grande André Luiz dos Santos, que estava internado no Hospital da Cassems, foi diagnosticado com Covid-19, o novo coronavírus, em São Paulo. Ele segue em quarentena na cidade paulista e a esposa e filhas passam por exames.

Estudantes da Escola Harmonia, as crianças não foram às aulas e a direção avalia nesta segunda-feira (16) se vai suspender as atividades. Somente crianças da Educação Infantil estão com permissão de presença facultativa na escola.

O empresário estava internado com sintomas da doença e foi levado para São Paulo a pedido da família. Vizinhos do condomínio de luxo onde o empresário mora entraram em contato com o Jornal Midiamax solicitando informações sobre o diagnóstico.

As filhas e a esposa passam por exames e estão em isolamento domiciliar. Em nota, a Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul) informou que o atendimento ao paciente ‘seguiu todos os protocolos do Ministério da Saúde e da OMS [Organização Mundial de Saúde] e, como é recomendado em quadros de investigação epidemiológica, foi mantido em isolamento em todo o período de permanência no Hospital de Campo Grande.

“A transferência do mesmo, por solicitação da família, também seguiu as recomendações e determinações das autoridades sanitárias. Reforçamos que qualquer caso suspeito de Coronavírus (Covid-19) será prontamente investigado e notificado e salientamos ainda, que nossas unidades encontram-se plenamente aptas para o atendimento com segurança aos pacientes que buscam assistência em saúde”. informou.

Jornal Midiamax