Cotidiano

Em pouco mais de um mês, Hemosul bate meta e arara-vermelha volta a ganhar cor

No Monumento das Araras, a paisagem ficou diferente nesta sexta-feira. Em pouco mais de um mês, a arara-vermelha, que estava totalmente branca, ganhou todas as cores de volta. Isto porque o Hemosul (Hemocentro coordenador de Mato Grosso do Sul) bateu sua meta de bolsas de sangue doadas no Estado. O objetivo da campanha “Do mesmo […]

Fábio Oruê Publicado em 18/09/2020, às 15h33

Arara-vermelha está totalmente pintada. (Foto: Raul Schramm)
Arara-vermelha está totalmente pintada. (Foto: Raul Schramm) - Arara-vermelha está totalmente pintada. (Foto: Raul Schramm)

No Monumento das Araras, a paisagem ficou diferente nesta sexta-feira. Em pouco mais de um mês, a arara-vermelha, que estava totalmente branca, ganhou todas as cores de volta.

Isto porque o Hemosul (Hemocentro coordenador de Mato Grosso do Sul) bateu sua meta de bolsas de sangue doadas no Estado. O objetivo da campanha “Do mesmo sangue” era preencher o estoque com cinco mil bolsas de sangue. 

A cada mil bolsas doadas o animal recebia uma demão de tinta e a última foi feita nesta sexta pelo artista plástico Cleir Ávila.

“A participação das pessoas foi muito importante e só tenho a dizer que a gratidão total, por saber que várias vidas vão ser salvas com essa ação. Isso prova que a união faz a força”, destacou o escultor.

A campanha foi de grande importância para auxiliar no enfrentamento desse período que se agrava pelo tempo seco que provoca doenças respiratórias, afirmou Marli Vavas, coordenadora geral da Rede Hemosul.

Doação

Marilu Pederiva Bernhard faz parte dos cinco mil doadores que participaram dessa iniciativa. 

Aos 52 anos de idade, dez deles são dedicados a doar sangue com frequência, pois para ela se tornou um ato que já se tornou parte da rotina. 

“É um ato que deveria fazer parte do cotidiano de todo mundo que tem essa possibilidade. É algo simples, indolor, e tu ainda ajuda a pessoa que está num momento complicado da vida”, pontua.

A campanha encerrou, mas a demanda no Hemosul continua. Nesta semana a instituição entrou em estado de emergência para os tipos O-, O+ e A+ que estavam com estoque em estado crítico.

Neste sábado (19) a unidade da Avenida Fernando Correa da Costa na Capital funciona das 7h as 12h.

Critérios para a doação de sangue em Mato Grosso do Sul podem ser conferidos no site do Hemosul.

Jornal Midiamax