Cotidiano

Em cenário de recuperação, MS tem 766 novas empresas abertas em outubro

Com 766 novas empresas no Mato Grosso do Sul, apenas no mês de outubro, o estado tem o melhor resultado  desde 2008, ano em que começaram a somar. Os dados são da Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul) e eles confirmam uma leve tendência na recuperação econômica do estado, mesmo com a pandemia. […]

Carolina Rocha Publicado em 17/11/2020, às 16h03

None

Com 766 novas empresas no Mato Grosso do Sul, apenas no mês de outubro, o estado tem o melhor resultado  desde 2008, ano em que começaram a somar. Os dados são da Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul) e eles confirmam uma leve tendência na recuperação econômica do estado, mesmo com a pandemia.

Grande parte das empresas abertas, 67%, são do setor de serviços, geralmente, empresas de terceirização. Foram abertas 481 empresas nessa área. Os números anima os econimias e o Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio.

“São números animadores para a nossa economia, que mostra que estamos seguindo uma tendência nacional nesta pandemia, do crescimento do empreendedorismo. Todo mundo teve que se adaptar a essa nova realidade e muitas pessoas optaram por abrir um negócio próprio, para melhorar a renda. Percebemos um número grande de lojas de vestuário, de transporte rodoviário de cargas e restaurantes, tudo isso impulsionado pela demanda do isolamento social, em que passamos a comprar mais de forma online, inclusive comida”, afirma a economista do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS (IPF-MS), Daniela Dias

Em Campo Grande concentra 45,9% das empresas abertas em outubro, depois vem Dourados com 9,14% e Três Lagoas com 4,31%. Em seguida, Ponta Porão abriu 24 novos negócios e depois Naviraí com 23.

Este ano já estava com um aumento de 9,5% do número de empresas abertas, em comparação com o mesmo período de 2019. De janeiro a outubro de 2020 foram criadas 6.681 empresas no Estado, já em 2019 foram 6.098.

Sobre o fechamento de empresas, o resultado também é melhor do que em comparação com outubro de 2019. O resultado é 5% inferior, foram 323 empresas fechadas.

Jornal Midiamax