Cotidiano

Délia pede apoio ao Exército para monitorar limites do município de Dourados

A prefeita Délia Razuk solicitou através de ofício enviado ao general de Brigada Eduardo Tavares Martins, comandante da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada o apoio do Exército brasileiro para ajudar no monitoramento dos limites do município de Dourados por causa da pandemia do Covid-19. O pedido da prefeita justifica-se pelas diretrizes do Governo Federal que […]

Marcos Morandi Publicado em 23/03/2020, às 14h26

Délia quer exército atuando nos limites de Dourados.(Foto: Ilustrativa/reprodução)
Délia quer exército atuando nos limites de Dourados.(Foto: Ilustrativa/reprodução) - Délia quer exército atuando nos limites de Dourados.(Foto: Ilustrativa/reprodução)

A prefeita Délia Razuk solicitou através de ofício enviado ao general de Brigada Eduardo Tavares Martins, comandante da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada o apoio do Exército brasileiro para ajudar no monitoramento dos limites do município de Dourados por causa da pandemia do Covid-19.

O pedido da prefeita justifica-se pelas diretrizes do Governo Federal que orientam a necessidade de isolamento social. “Por estarmos numa situação geográfica fronteiriça, contamos com o apoio do Exército no sentido de acompanhamento das pessoas que cheguem ou saiam da nossa cidade”, disse a prefeita.

No mesmo oficio também foi solicitada ao Exército a instalação de barracas e tendas na Missão Evangélica Caiuá, bem como de profissionais militares da área de saúde para fins de triagem, especificamente para o monitoramento da população local.

Jornal Midiamax