Cotidiano

Corumbá registra 2 mortes por coronavírus em uma manhã; doença matou 16 pessoas na cidade

Dez das mortes registradas na cidade ocorreram em julho; últimas vítimas eram idosas e tinham comorbidades.

Humberto Marques Publicado em 15/07/2020, às 14h41 - Atualizado às 14h51

Santa Casa de Corumbá, referência no município para tratamento do coronavírus. (Foto: Renê Márcio Carneiro/PMC)
Santa Casa de Corumbá, referência no município para tratamento do coronavírus. (Foto: Renê Márcio Carneiro/PMC) - Santa Casa de Corumbá, referência no município para tratamento do coronavírus. (Foto: Renê Márcio Carneiro/PMC)

A Secretaria Municipal de Saúde de Corumbá –a 419 km de Campo Grande– confirmou, até o fim da manhã desta quarta-feira (15), mais dois óbitos causados pelo novo coronavírus (Covid-19) no município. Com isso, chega a 16 o total de vítimas fatais da doença no município, 10 deles registrados nos 15 dias deste mês.

As duas mortes foram de idosos, conforme informou o Diário Corumbaense. Por volta das 8h, um homem de 73 anos, portador de enfisema pulmonar e que estava internado há 13 dias e intubado na UTI Covid-19 da Santa Casa, não resistiu. Ele começou a manifestar sintomas da doença em 30 de junho, com a coleta de material para exame sendo realizada em 3 de julho (com resultado divulgado no dia 8).

A segunda morte do dia foi de uma idosa de 89 anos, que sofria de hipertensão e havia sido internada no dia 12. Ela começou a apresentar sintomas da Covid-19 em 3 de julho e, dez dias depois, o teste rápido realizado apontou positivo para a infecção. Ela também faleceu pela manhã.

Corumbá havia registrado 6 mortes pelo coronavírus em junho, número já superado nos 15 dias de julho. O boletim epidemiológico divulgado na terça-feira (14) apontava que a cidade teve, até então, 597 casos positivos de Covid-19, com 342 pacientes recuperados, 227 em isolamento domiciliar e 14 internados.

Já o boletim estadual divulgado nesta manhã confirmou 644 casos, com 60 a mais em 24 horas. O Estado registrou 697 novas infecções pela doença, totalizando 14.631 infectados e 183 óbitos (número que, agora, chega a 185).

Jornal Midiamax