Cotidiano

Confira: decreto proíbe corte de água por 60 dias e prevê pagamento em 36 vezes

A proibição do corte de água, em caso de não pagamento da conta, foi publicado no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta quarta-feira (18). “Fica terminantemente proibido suspender o serviço de água na cidade de Campo Grande-MS, durante o período de 60 dias a contar da publicação deste decreto, devido o surto da pandemia […]

Mayara Bueno Publicado em 18/03/2020, às 11h08 - Atualizado às 11h16

Brasão de Campo Grande na fachada da Prefeitura. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax).
Brasão de Campo Grande na fachada da Prefeitura. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax). - Brasão de Campo Grande na fachada da Prefeitura. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax).

A proibição do corte de água, em caso de não pagamento da conta, foi publicado no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta quarta-feira (18). “Fica terminantemente proibido suspender o serviço de água na cidade de Campo Grande-MS, durante o período de 60 dias a contar da publicação deste decreto, devido o surto da pandemia do Covid-19”.

Neste período, as contas que eventualmente não forem pagas poderão ser quitadas em até 36 vezes, sem cobrança de juros e correção monetária, posteriormente. O Jornal Midiamax apurou mais cedo, nesta quarta, que a decisão foi tomada hoje.

A decisão só afeta o fornecimento de água, uma vez que o serviço público está sob jurisdição da Agereg (Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos). Serviços como telefonia (internet) e fornecimento de energia elétrica são regulados pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), respectivamente.

O decreto pode ser conferido clicando aqui, na página 4.

Jornal Midiamax