Cotidiano

Cinco dicas para você escolher o trator ideal

Preparamos cinco dicas para você não errar na hora da compra do seu trator ideal, sem complicações.

Produção Publicado em 04/09/2020, às 16h47 - Atualizado às 16h48

Foto Divulgação
Foto Divulgação - Foto Divulgação

Durante a realização do trabalho no campo, o que não faltam são atividades que precisam de uma atenção especial. Mais do que isso, tarefas que necessitam do auxílio de máquinas resistentes, que possam expandir e intensificar os resultados de sua produção. Etapas como o preparo do solo, o plantio, o adubo e a colheita são alguns exemplos que são, praticamente, impossíveis de se realizar sem a ajuda de máquinas agrícolas.

No mercado há várias roçadeiras à venda, mas antes de investir em equipamentos, você deverá checar se  o equipamento cumprirá suas metas, além de aumentar expressivamente o volume de sua produtividade. No entanto, a escolha do maquinário ideal pode ser um momento complicado. Pensando nisso, separamos cinco dicas para não errar na hora da compra.

  1. Conheça suas demandas agrícolas

Tenha os pés no chão. Ou seja, tenha plena consciência de suas necessidades. Às vezes, por encontrar equipamentos com preços atrativos, alguns negócios acabam sendo menos vantajosos. Isso acontece porque encontrar máquinas agrícolas a um bom preço não significa que elas atenderão a sua necessidade.

É preciso investir de forma certeira. Por exemplo, não adianta elevar a produtividade com o uso de adubos orgânicos enriquecidos com minerais essenciais, se quando você for realizar uma aplicação nas plantas, ou mesmo na hora de colher, você agir de forma errada.

Para evitar perdas nos seus processos, opte pelo maquinário agrícola que seja adequado a necessidade e ao tipo da sua cultura.

  1. Confira a potência do motor

Conheça o seu terreno e o tipo de plantação que possui. Afinal, é preciso considerar essas questões antes de comprar um trator, já que a potência de um maquinário deverá mudar conforme o esforço necessário em sua condução. Geralmente a potência é medida por cavalo vapor (cv).

  1. Fique de olho no torque

Medido por quilograma-força metros (kgf.m), o torque é o que serve para mostrar quantos quilogramas um trator suportará carregar em um metro. Portanto, não se esqueça de analisar esse dado. Assim como a potência do motor, o torque irá te mostrar quantas vezes você poderá gerar essa força de torque durante um minuto, por exemplo.

Sabendo disso, escolha sempre um trator potente e com um torque adequado a sua necessidade. Caso contrário, mesmo com um equipamento novo, todo o processo se torna lento. As lojas de ferramentas onlineoferecem ótimas opções de máquinas potentes que devem se ajustar a sua demanda. Vale a pena dar uma conferida.

  1. Transmissão do motor

De maneira geral, a transmissão é o que será responsável pela comunicação entre as rodas e a potência do motor. Logo, é ela que cuidará para fazer com que o trator tenha velocidade suficiente para executar o trabalho.

Hoje em dia, as marchas das máquinas agrícolas estão aumentando cada vez mais. Isso permite diversas velocidades para a execução de cada tipo de trabalho. Ou seja, fica mais fácil adequar um trator às tarefas que você precisa.

  1. Busque informações sobre o consumo de combustível

Pensar no orçamento nunca é demais. É claro que você deve buscar a economia dos processos agrícolas e parte disso diz respeito ao consumo de combustível de um trator. Sendo assim, verifique esse ponto antes de realizar a compra. Você poderá encontrar essa informação em litros por hora trabalhada ou em litros por hectare percorrido pela máquina.

Jornal Midiamax