Cotidiano

385 doentes: interior ignora isolamento e casos de coronavírus disparam em MS

Boletim divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) nesta segunda-feira (11) aponta que Mato Grosso do Sul totalizou, às 10h desta manhã, 385 casos confirmados  – 23 a mais em relação aos dados fechados no domingo (10), com média de 15 casos ao dia. Secretário Estadual de Saúde, Geraldo Resende disse ser preocupante a […]

Evelin Cáceres Publicado em 11/05/2020, às 11h11 - Atualizado em 17/07/2020, às 23h46

None

Boletim divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) nesta segunda-feira (11) aponta que Mato Grosso do Sul totalizou, às 10h desta manhã, 385 casos confirmados  – 23 a mais em relação aos dados fechados no domingo (10), com média de 15 casos ao dia. Secretário Estadual de Saúde, Geraldo Resende disse ser preocupante a quantidade de casos novos em 24h que se tem detectado no Estado e ressaltou a importância de ficar em casa sempre que possível.

Secretária-adjunta de Saúde, Christinne Maymone relatou que são 3845 casos notificados, dos quais 3404 foram descartados após testagem e 21 excluídos por não apresentarem sintomas do novo coronavírus. Há, além dos 385 casos confirmados, 35 casos sob investigação e 11 mortes.

Dos 23 casos confirmados, 22 devem permanecer em isolamento domiciliar e um deles precisou ser internado. A maioria é de cidades do interior. São 8 casos de Guia Lopes da Laguna, 4 de Ribas do Rio Pardo, 2 casos de Campo Grande, dois de Bonito, dois de Dourados e um caso em cada uma das cidades de Ladário, Jardim e Bataguassu. Em Brasilândia, uma criança de apenas 7 anos está com Covid-19 após contato com caso confirmado em uma festa familiar, prática não recomendada neste momento de pandemia.

Entre os casos confirmados, existem pessoas que não tiveram contato com pacientes diagnosticados com o novo coronavírus, reforçando que não é possível saber quem está infectado, pois pode estar assintomático e que Mato Grosso do Sul está em transmissão comunitária.

Do total, 151 estão em isolamento domiciliar, 22 estão internados, sendo oito pessoas em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) e 201 pessoas já recuperadas no Estado.

Mesmo que Mato Grosso do Sul seja o Estado brasileiro com menor incidência de casos, é preciso seguir atento, mantendo distância social, lavando as mãos constantemente e usando máscaras nas ruas. Sempre que possível, é preferível ficar em casa porque cerca de 60% dos portadores do Covid-19 não tem nenhum sintoma, mas podem contaminar outras pessoas, principalmente idosos, complicando a saúde dos mais vulneráveis, que podem chegar a óbito após serem contaminados.

385 doentes: interior ignora isolamento e casos de coronavírus disparam em MS

Jornal Midiamax