Cotidiano

Cidade de MS retoma missas presenciais em comunidades, mas exige proteções contra o coronavírus nas igrejas

Paróquia Imaculada Conceição e outras de Aquidauana pretendem oferecer mais horários de missas para evitar aglomerações.

Humberto Marques Publicado em 29/08/2020, às 17h41

Igreja Imaculada Conceição terá missas neste domingo. (Foto: Divulgação)
Igreja Imaculada Conceição terá missas neste domingo. (Foto: Divulgação) - Igreja Imaculada Conceição terá missas neste domingo. (Foto: Divulgação)

A Paróquia Imaculada Conceição e as demais comunidades católicas de Aquidauana –a 120 km de Campo Grande– retomam neste domingo (30) as missas presenciais, mas aplicando medidas de prevenção à pandemia de coronavírus. O risco de contágio pela Covid-19 levou as igrejas a promoverem cultos online, evitando contato entre os fiéis.

A fim de que não haja aglomerações, devem ser realizadas várias missas ao longo do dia, segundo informações do jornal O Pantaneiro. A intenção é permitir o exercício da fé com menos riscos. Ao mesmo tempo, o uso de máscaras segue obrigatório, bem como a orientação para manutenção do distanciamento social.

“Teremos diversos horários de início para que não haja aglomeração de pessoas, para que a gente possa realmente atender a todos dentro dessa conscientização da Organização Mundial da Saúde”, explicou o padre Paulo de Sousa.

Aquidauana se tornou um dos epicentros recentes da pandemia de coronavírus, com preocupação extra com a população indígena.

Boletim divulgado na tarde deste sábado pela Prefeitura de Aquidauana aponta que o município teve 1.466 casos positivos de coronavírus desde o início da pandemia, com 1.184 pacientes já recuperados e 42 óbitos (22 entre indígenas). São 31 novos casos, 16 registrados nas aldeias.

Jornal Midiamax