Cotidiano

Centro de Hemodiálise está habilitado para funcionar em Bataguassu

O Centro de Hemodiálise “Dolores Sanches Dias”, em Bataguassu, a 335 quilômetros de Campo Grande, recebeu habilitação da SES (Secretaria de Estado de Saúde) para funcionar, conforme publicado no Diário Oficial do Estado, nesta segunda-feira (24). Antes, pacientes precisavam ir até Presidente Prudente (SP), a 120 quilômetros de Bataguassu, para ter atendimento. O centro tem […]

Dayene Paz Publicado em 24/08/2020, às 10h35

Está habilitado para funcionamento. Imagem: Divulgação
Está habilitado para funcionamento. Imagem: Divulgação - Está habilitado para funcionamento. Imagem: Divulgação

O Centro de Hemodiálise “Dolores Sanches Dias”, em Bataguassu, a 335 quilômetros de Campo Grande, recebeu habilitação da SES (Secretaria de Estado de Saúde) para funcionar, conforme publicado no Diário Oficial do Estado, nesta segunda-feira (24). Antes, pacientes precisavam ir até Presidente Prudente (SP), a 120 quilômetros de Bataguassu, para ter atendimento.

O centro tem capacidade para atender até 60 pessoas por dia e, na prática, conforme o Governo do Estado, já atendia pacientes desde o dia 20 de julho, mas só agora recebeu habilitação da SES. A inauguração do prédio ocorreu no dia 24 do mesmo mês, com as presenças de autoridades municipais, estaduais e federais.

Desde o mês passado, o local é referência em hemodiálise para pacientes de Bataguassu e região – municípios de Santa Rita do Pardo, Brasilândia, Anaurilândia e Nova Andradina.

Antes do centro em Bataguassu, os pacientes que precisavam do atendimento, tinham que se deslocar até a cidade de Presidente Prudente (SP), a 120 quilômetros de Bataguassu. Como o tratamento é feito três vezes por semana, percorriam até 720 quilômetros no período. “Saía de casa cedinho e só voltava a tarde. As viagens eram desgastantes”, disse Valdenice Saldanha da Silva Santos, de 51 anos.

Jornal Midiamax