Cotidiano

Agesul interdita ponte no Pantanal para reforma de 40 dias

A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul) vai interditar por 40 dias a ponte da Vazante do Jatobá, na rodovia MS-243, na região do Nabileque, em Corumbá. O bloqueio é a partir de 5 de janeiro. A estrutura de 228 metros está danificada e precisa de reparos. O motivo […]

Adriel Mattos Publicado em 30/12/2020, às 12h04 - Atualizado às 12h11

Foto: Divulgação, Agesul
Foto: Divulgação, Agesul - Foto: Divulgação, Agesul

A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul) vai interditar por 40 dias a ponte da Vazante do Jatobá, na rodovia MS-243, na região do Nabileque, em Corumbá. O bloqueio é a partir de 5 de janeiro.

A estrutura de 228 metros está danificada e precisa de reparos. O motivo é que há um intenso movimento de caminhões e máquinas para as obras de construção de pontes e galerias na rodovia, o que comprometeu a ponte.

A reforma na estrutura da ponte consiste na substituição de esteios de sustentação, para realinhamento do seu eixo, e do assoalho, além de nova pintura e sinalização. Durante a interdição, a travessia só poderá ser feita por via fluvial.

A Jatobá é uma das principais passagens da MS-243, distante 100 km do trevo da rodovia com a BR-262, já no município de Miranda. A rodovia estadual está passando por obras para interligá-la à via federal com o centro do Pantanal do Nabileque e ao Forte Coimbra.

Jornal Midiamax