Cotidiano

Adolescente leva choque ao tentar retirar pipa de fiação e é reanimado

Um adolescente de 13 anos foi socorrido em estado grave na tarde desta segunda-feira (29), após sofrer choque elétrico enquanto tentava pegar uma pipa em rede elétrica na Vila Sobrinho. Moradores da região tentaram reanimar o garoto enquanto esperavam o Corpo de Bombeiros. De acordo os relatos, o menino subiu no muro e com uma […]

Ana Paula Chuva Publicado em 29/07/2019, às 15h27 - Atualizado em 30/07/2019, às 08h59

Pipa enroscada em fiação. (Cleber Rabelo/ Midiamax, Arquivo).
Pipa enroscada em fiação. (Cleber Rabelo/ Midiamax, Arquivo). - Pipa enroscada em fiação. (Cleber Rabelo/ Midiamax, Arquivo).

Um adolescente de 13 anos foi socorrido em estado grave na tarde desta segunda-feira (29), após sofrer choque elétrico enquanto tentava pegar uma pipa em rede elétrica na Vila Sobrinho. Moradores da região tentaram reanimar o garoto enquanto esperavam o Corpo de Bombeiros.

De acordo os relatos, o menino subiu no muro e com uma barra de ferro tentou desenganchar uma pipa, momento em que encostou no fio de alta tensão e recebeu a descarga elétrica de 13 mil volts.

Adolescente leva choque ao tentar retirar pipa de fiação e é reanimado
Barra de ferro usada pelo adolescente. Foto: Cleber Rabelo/ Midiamax

O adolescente caiu de uma altura de aproximadamente 4 metros, bateu a cabeça e ficou inconsciente. Vizinhos acionaram o socorro e enquanto aguardavam começaram os procedimentos de reanimação.

Quando o Corpo de Bombeiros e o Samu (Serviço de Atendimento Movel à Urgência) chegaram ao local, o garoto estava em parada cardiorrespiratória, e com uso de desfibrilador ele voltou a respirar, mas foi removido inconsciente e em estado grave para a Santa Casa.

De acordo com o Subtenente Elias Abreu Correia, ele sofreu ferimentos na cabeça e precisou ser entubado.

Ele ressaltou ainda que os fios de alta tensão estariam em uma altura baixa para a voltagem do choque, e que os moradores deveriam acionar a concessionária para elevar a fiação. “Se alguém fizer manutenção na cerca elétrica corre o risco de sofrer o mesmo acidente que o garoto”, disse.

Jornal Midiamax